MENU

William pede coragem ao Avaí e espera que Miranda desfalque o rival

William pede coragem ao Avaí e espera que Miranda desfalque o rival

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 3:55

Um dos atletas mais experientes do elenco do Avaí, o atacante William, revelado pelo Santos, esbanja otimismo para o duelo de quinta-feira, contra o São Paulo, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O camisa 9 faz questão de conversar com os companheiros a todo o momento para mostrar que é possível sonhar com a classificação às semifinais. Para isso acontecer, o time catarinense precisa vencer o Tricolor por dois gols de diferença nos 90 minutos ou por 1 a 0 no tempo normal e levar a melhor na disputa por pênaltis.

William acredita que o Avaí pode derrubar o São Paulo no estádio da Ressacada na quinta (Foto: Ag. Estado)

  - O primeiro passo para você acreditar que pode alcançar o seu objetivo é ter coragem. Se não tiver, pode esquecer. No segundo tempo do jogo do Morumbi, quando enfrentamos o São Paulo de igual para igual, endurecemos e ficamos muito mais perto do primeiro gol do que eles do segundo. Temos qualidade suficiente para vencer. Se não tivéssemos, não teríamos vencido o Botafogo na etapa anterior – afirmou o atacante.     William acredita que o início de jogo será fundamental para o Avaí ter êxito em cima da equipe do Morumbi. E que o incentivo do torcedor será tão importante quanto o desempenho dos atletas.

- No primeiro jogo adotamos uma estratégia de esperar um pouco mais o São Paulo. Agora será diferente, vamos para cima desde o início. Fazendo um gol logo no começo vamos colocar fogo no duelo. Temos que pressionar. Outro dia, vimos o jogo do Coritiba e percebemos o quanto é difícil para o adversário jogar quando a pressão começa lá no ataque, na marcação da saída adversária. Para isso, contamos com o apoio do torcedor. Com o estádio cheio, vamos nos encher de confiança – ressaltou.

Outro fator que anima William é a possibilidade da defesa do São Paulo atuar sem Miranda, que torceu o tornozelo esquerdo na primeira partida, realizada no Morumbi e faz tratamento intensivo para reunir condições de jogo. As chances, no entanto, são muito pequenas.

- O Miranda tem muita qualidade, não é à toa que vestiu a camisa da Seleção Brasileira. Se não jogar, sem dúvida é uma vantagem para nós, já que é um atleta que faz a diferença. Espero que ele não venha – concluiu.      

veja também