MENU

William sai em defesa dos 'velhinhos' do Timão e exalta a maturidade

William sai em defesa dos 'velhinhos' do Timão e exalta a maturidade

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 9:08

William está prestes a encerrar a carreira aos 34 anos. Mas, para o capitão corintiano, a idade não é problema. Enquanto a diretoria prepara uma pequena reformulação no grupo e promete a vinda de outros jogadores, o zagueiro destaca os “velhinhos” do grupo que colocaram o Timão na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

- Eu prefiro uma equipe envelhecida que nunca saiu de entre os três primeiros do Brasileiros do que uma equipe jovem que brigue para não cair. Precisamos ter cuidado para não rotular. Mais idade ou menos idade, isso no futebol fica menos importante a cada dia que passa – afirmou o camisa 4.

Dos 31 jogadores que compõem o elenco do Corinthians nesta temporada, sete já passaram dos 30 anos: os titulares Alessandro (31), William (34), Roberto Carlos (37), Danilo (31) e Ronaldo (34), além dos reservas Iarley (36), Edu (32) e Bobadilla (34). Outros estão próximos, como Chicão (29) e Jorge Henrique (28).

A experiência, aliás, foi um dos pontos que ganhou ênfase com o técnico Mano Menezes em 2010. O treinador pediu à diretoria a contratação de jogadores com mais rodagem, principalmente para a disputa da Taça Libertadores. Vieram Danilo, Roberto Carlos, Iarley e Tcheco. Não deu certo. Apenas o pentacampeão redeu, e o Alvinegro acabou eliminado nas oitavas de final do torneio Sul-Americano.

Usando exemplos da Europa, William acredita que a maturidade venha sendo determinante para o Corinthians nesta reta final do Brasileirão. O Timão precisa vencer o Goiás, domingo, no Serra Dourada, e torcer para que o Fluminense tropece diante do Guarani, no Engenhão, para ficar com o troféu.

- O Milan foi campeão europeu e mundial com um time considerado velho, mas maduro, experiente, que suporta a pressão – completou o defensor.

Por: Carlos Augusto Ferrari e Leandro Canônico

veja também