MENU

Zé Love comemora volta e promete 'esquecer' o Genoa até o meio do ano

Zé Love comemora volta e promete 'esquecer' o Genoa até o meio do ano

Atualizado: Quinta-feira, 10 Fevereiro de 2011 as 10:17

Não deu tempo de Zé Eduardo sentir saudades do Santos. Após ser negociado com o Genoa-ITA, no fim de janeiro, ele voltou à Vila Belmiro, emprestado, pois seu passaporte italiano não ficou pronto a tempo dele ser inscrito pelo clube italiano. A janela de transferências se encerrou no último dia 31. O jogador começou a treinar quarta-feira passada e, agora, está pronto. A volta do atacante será sexta-feira, contra o Noroeste, na Vila Belmiro, pelo Paulistão. Zé Love, como o atacante é conhecido, também é considerado presença certa na lista de jogadores inscritos na Taça Libertadores. Em julho, ele se apresenta ao Genoa.

O técnico Adilson Batista comemora. Ele considera a reintegração do atacante um reforço. Com três gols, Zé Love é um dos artilheiros da equipe no Paulistão (perde para Maikon Leite e Elano, que tem seis gols cada um).

- O Zé nós já conhecemos. Ele viajou, voltou, mas está numa condição boa, é um jogador confiável e poderá entrar (contra o Noroeste) desde o início. Vamos ver – afirmou.

Zé agradece a confiança do treinador e diz que não vê a hora de vestir a camisa santista de novo.

- Todos sabem do meu carinho pelo Santos. Depois que fui vendido e ficou decidido que eu seria emprestado até o meio do ano, recebi propostas de outros clubes do Brasil, mas sempre deixei claro que iria jogar no Santos, mesmo que fosse para ganhar menos. Deu tudo certo e eu vou ter a chance de ficar mais tempo aqui – afirmou o jogador, em conversa por telefone com o GLOBOESPORTE.COM.

O atacante disputou os dois primeiros jogos do Paulistão. Depois, foi liberado para viajar à Itália, para fazer exames médicos e assinar contrato com o Genoa. Agora, promete se concentrar no Peixe e só pensar no seu novo clube depois da Libertadores.

- Meu pensamento agora está voltado para o Santos. Para mim, não muda nada. A única diferença é que antes eu era do Santos e agora estou emprestado. Mas vou continuar jogando da mesma forma, tentando fazer gols para ajudar o time e para retribuir a confiança do treinador.

Por: Adilson Barros

veja também