MENU

Zico e Patrícia Amorim recebem apoio de movimento criado na internet

Zico e Patrícia Amorim recebem apoio de movimento criado na internet

Atualizado: Quarta-feira, 18 Agosto de 2010 as 7:24

Quando aceitou comandar o futebol do Flamengo, o descendente de portugueses Zico estava ciente de que navegaria em um mar revolto. A esperança é de que, lá na frente, a nau rubro-negra alcance águas tranquilas. Por enquanto, o caminho é repleto de tempestades e de dragões mais reais do que imaginários. Nesta terça-feira, porém, o diretor executivo do futebol rubro-negro e a presidente Patrícia Amorim receberam bons ventos na forma do apoio nascido em outro grupo de navegadores: os da rede mundial de computadores. O movimento “Com Zico, pelo Flamengo” surgiu em comunidades virtuais no início de agosto para apoiar irrestritamente a diretoria, sugerir ideias e repelir qualquer tipo de manifestação contrária ao trabalho do ídolo maior do clube. Nesta terça, representantes do grupo se reuniram com Zico e Patrícia no gramado da Gávea e entregaram uma carta contendo sugestões de projetos.

- Mesmo que o mar esteja turbulento, nos apresentamos para segurar o barco. Por incrível que pareça há muitas pessoas no clube contra o Zico – afirmou Rafael Garrido, um dos representantes do movimento, que levou cerca de 150 torcedores ao clube.

O elo entre os rubro-negros e o agora dirigente foi feito pelo publicitário Francisco Moraes, amigo de longa data do Galinho. Sábado, no Maracanã, durante o jogo contra o Ceará, uma faixa com o nome do movimento foi estendida na arquibancada. E nesta terça houve o primeiro contato, que deixou Patrícia Amorim visivelmente emocionada.

- O Flamengo agradece esse carinho. Vocês estão com muitas expectativas e sonhos. O primeiro já foi realizado, que foi trazer a melhor referência do clube. Vamos levar as sugestões e unificá-las com várias outras que chegam a nós.

Igualmente sensibilizado, Zico tomou a palavra e ressaltou a prioridade de seu trabalho.

- Vou falar para não me emocionar. O Flamengo está acima de tudo. É gratificante quando recebemos um movimento de ajuda da torcida. Sabemos que tem muita gente a favor e muita gente que espera uma oportunidade. Quando eu aceitei o convite só pedi uma coisa: a construção de um centro de treinamento. Não é que só vai ganhar quem tem um CT. Mas com uma estrutura profissional, o time estará sempre disputando títulos.

Uma das sugestões do grupo é angariar fundos entre os torcedores. Proposta que não conta com a simpatia de Zico:

- Não acho justo tirar um tostão da torcida. Ela indo ao estádio já está ótimo.

No fim da conversa, enquanto o Galinho distribuia dezenas de autógrafos, o estudante Rodrigo Souza, um dos representantes do grupo, estava radiante com o encontro e mais safisfeito ainda em fazer parte da maior embarcação do país.

- Sabemos que esse encontro só foi viável por causa dele. Em nenhuma outra torcida haveria isso.

veja também