MENU

Zizao tem chegada de craque no Corinthians

Zizao tem chegada de craque no Corinthians

Atualizado: Quinta-feira, 1 Março de 2012 as 1:10

Apresentar jogadores no Parque São Jorge é uma raridade no Corinthians. A sede social só é usada em ocasiões especiais, como aconteceu nas chegadas dos pentacampeões Ronaldo e Roberto Carlos. Nesta quinta-feira, o Timão fez festa para receber um jogador que, talvez, sequer atue em partidas oficiais, mas que traz consigo um ambicioso plano de marketing e de expansão da marca alvinegra. Chen Zhizhao é o primeiro dos milhões de chineses que o clube tenta atrair para seu bando de loucos.

A apresentação do novato foi um evento: globos vermelhos, dragão, percussão típica. O jogador pode não ser craque, mas teve a recepção de um. Ele recebeu das mãos do presidente Mario Gobbi a camisa 200, em homenagem aos dois séculos de imigração chinesa ao Brasil.

O jogador usará na camisa apenas o nome Zizao - forma aportuguesada de Zhizhao para facilitar leitura. Na segunda-feira, quando chegou ao clube, o atacante foi chamado dessa forma. O clube chegou a lançar em seu site oficial uma enquete para determinar qual alcunha seria gravada nas costas do uniforme. Chen estava vencendo até o início da manhã desta quinta, mas Zizao acabou sendo o escolhido. No entanto, na coletiva, o jogador pediu para ser chamado de Chui, seu apelido.

A ideia do departamento de marketing, a contratação de um chinês teve também o aval da diretoria de futebol. Com a ajuda de empresários, o clube recebeu inúmeros DVDs para analisar qual opção se encaixaria melhor nas necessidades do "bom e barato". Além de jovem, Zhizhao agradou aos dirigentes pela boa técnica e por não precisar de um grande investimento, já que o Nanchang Hengyuan aceitou emprestá-lo por duas temporadas - até o fim de 2013.

- Vir um jogador chinês para o Corinthians já seria o suficiente para uma grande festa. Mas a turma do futebol é tão exigente que queríamos um cidadão que saiba jogar futebol. E conseguimos. Vocês terão grandes alegrias com o Zizao. Ele tem gingado brasileiro e empenho de chinês. Essa festa é muito mais que a simples chegada de um talento. É a explicitação do nosso compromisso com a China - afirma o vice-presidente alvinegro, Luis Paulo Rosemberg.

Apesar de estar inscrito no Campeonato Paulista, Zhizhao passará por um cuidadoso processo de adaptação e condicionamento físico. Ele terá um tradutor à disposição, inclusive durante os treinos no CT Joaquim Grava.

Como disputou apenas partidas de futsal no último ano por estar em litígio com sua ex-equipe, ele precisará de um trabalho específico para melhorar a forma. Ele também terá de enfrentar o crivo do técnico Tite, que já adiantou que não aceitará interferências no trabalho.

Enquanto Zhizhao terá poucas chances de brigar pela vaga em um concorrido ataque, hoje com nada menos que oito opções, o Corinthians tenta enxergar à frente. Nos últimos meses, a diretoria vem tendo frequentes conversas com membros do governo chinês na tentativa de abocanhar uma fatia de um dos mercados mais sólidos do planeta e que, recentemente, começou a investir pesado no futebol.

Mais do que ser conhecido na Ásia, o clube tem como ideia criar um intercâmbio de profissionais e atleta com o país, visando também a criação do “Corinthians-China”, uma filial voltada para a descoberta de novos talentos e desenvolvimento do esporte. Recentemente, o Timão apresentou o “Corinthians-Santa Fé”, braço argentino do projeto.

Zhizhao é o quarto jogador asiático a ser contratado pelo Corinthians. Em 1929, o clube trouxe o libanês Nasi Felippe, apelidado de Amendoim”. Outro libanês, conhecido apenas como Adnan, chegou ao Timão em 1965. Mais próximo, o japonês Koich Hashimoto vestiu a camisa alvinegra entre os anos de 93 e 94.

veja também