MENU

Zonta fatura a Corrida do Milhão, e Ricardo Maurício é o campeão

Zonta fatura a Corrida do Milhão, e Ricardo Maurício é o campeão da Stock Car.

Atualizado: Segunda-feira, 16 Dezembro de 2013 as 8:53

 
 

Um novo milionário e um bicampeão. Assim a Stock Car encerrou a temporada 2013, em uma prova que teve uma disputa acirrada pelo título e um final emocionante na definição do vencedor. Coube ao ex-Fórmula 1 Ricardo Zonta, que nunca havia vencido na categoria, levar o cheque no alto do pódio, após arriscar na estratégia e resistir aos ataques de adversários mais rápidos. Mesmo perdendo o milhão por menos de um segundo,Ricardo Maurício não se importou com a segunda posição. O piloto da RC, que já havia faturado esta prova em 2010, seria campeão em caso de nova vitória. Mas os problemas com seu rival direto Thiago Camilo, que teve o câmbio travado nos minutos finais da corrida, deram ao “ligeirinho” seu segundo título. O pentacampeão Cacá Bueno completou o pódio, enquanto Camilo – vice por três pontos – terminou em sexto. Outro que tinha chances de faturar o campeonato, Daniel Serra, abandonou logo no início com o acelerador travado.Para aumentar a festa de Ricardinho, seu time RC virou o jogo sobre a RBR Mattheis e levou também o campeonato de equipes.

Convidado especial, Bruno Senna fez uma bela corrida de recuperação em sua primeira participação na Stock, chegando em 15º após largar em 28º. Rubens Barrichello foi outro ex-F-1 que brilhou protagonizando uma arrancada: largou em 24º e terminou em nono.

- Do que eu me lembro na carreira na Stock, foi uma das corridas mais difíceis. Mas fiz uma corrida só pensando na minha estratégia. Em nenhum momento me preocupei com o que os outros fariam. Se a minha estratégia encaixasse, como aconteceu, ótimo. E deu tudo certo! - celebrou o novo bicampeão, que chegou a enfrentar um vazamento de óleo de câmbio que provocou superaquecimento no carro, mas diferentemente de Camilo, o problema não o foi suficiente para prejudicar sua corrida e lhe tirar o título.

Stock Car (Foto: Duda Bairros/Stock Car)Ricardo Maurício posa, orgulhoso, com o troféu de campeão (Foto: Duda Bairros/Stock Car)


A largada foi fundamental para os postulantes ao titulo. Apesar de ter sido espremido por Ricardo Zonta, Thiago Camilo se manteve por dentro e saltou para a segunda posição, superando o ex-Fórmula 1 e colando no pole Allam Khodair. Já o filho do tricampeão Chico Serra caiu de quarto para quinto, superado por Ricardo Maurício. Cacá Bueno, que partia da oitava posição, evitou um toque com o companheiro da RBR Mattheis e acabou sendo ultrapassado na segunda volta por Valdeno Brito. Como a corrida tinha uma duração 25% maior que o habitual, os pilotos optaram por poupar o equipamento e se atacaram poucas vezes na primeira metade da prova. No 14º minuto de prova, o primeiro susto da prova eliminou um dos quatro candidatos ao campeonato: com o acelerador travado, Daniel Serra passou reto na curva do Laranjinha e acertou de frente uma barreira de pneus. O piloto ainda conseguiu levar o carro 29 ao boxe, mas abandonou a disputa e a briga pelo título.

- O acelerador vinha travando. Cheguei a destravar, mas voltou a travar e passei reto no Laranjinha. Uma pena. Não fechamos a temporada com chave de ouro após vencermos três corridas no ano. Fica para a próxima – disse Daniel, chateado após deixar a corrida.

Acelerador de Daniel Serra travou e piloto acabou na proteção de pneus - Corrida do Milhão - Stock Car (Foto: Divulgação)Acelerador de Daniel Serra travou e piloto acabou na proteção de pneus - Corrida do Milhão - Stock Car (Foto: Divulgação)



Quando a corrida atingiu 20 minutos dos 50 previstos, um pega bonito levantou a torcida no curva da Junção: Rubens Barrichello ultrapassou Galid Osman, mas o piloto do carro 28 conseguiu dar o “X” no recordista de GPs na Fórmula 1. Enquanto isso, pelo rádio, o líder do campeonato Thiago Camilo reportava à equipe RCM que um de seus pneus traseiros estava perdendo pressão. Assim que a janela de pit stops abriu, o carro 21 foi para os boxes, para garantir que não tivesse qualquer problema.

Allam Khodair fez sua troca de pneus e reabasteceu na volta seguinte, voltando à frente de Camilo e Ricardo Maurício, mas atrás de Ricardo Zonta, que adotou a estratégia de trocar apenas um dos pneus traseiros e assumiu a liderança. A 15 minutos para o fim da prova, a tática do paranaense começou a cobrar seu preço, e ele passou a ser bastante pressionado por Khodair, Camilo e Ricardinho. Valdeno Brito, que vinha em quinto, viu suas chances de vitória terminarem em um “stop and go” nos boxes por ter saído com o galão de combustível agarrado em seu carro durante seu reabastecimento.

Stock Car corrida do milhão (Foto: Duda Bairros / Stock Car)Ricardo Zonta foi o grande vencedora da Corrida do Milhão em Interlagos (Foto: Duda Bairros / Stock Car)

 



Faltando 12 minutos para o fim, Diego Nunes perdeu o controle do carro no mergulho, passou reto pela grama e, literalmente, mergulhou em direção ao carro de Marcos Gomes, tirando os dois da prova. Zonta tentava, de todos os jeitos, segurar a pressão de Allam Khodair. Ousado, o “Japonês Voador” deu o bote no fim da reta, mas Zonta fechou a porta e se manteve na ponta. Khodair freou tarde, ficou de lado, mas controlou o carro na ponta dos dedos para não rodar.

A briga fez Camilo e Maurício se aproximarem dos dois primeiros colocados. Pelo rádio, Thiago perguntou à equipe se poderia usar um botão de ultrapassagem para superar Khodair, mas o time o orientou a não atacar, sugerindo se defender de Ricardinho. Mas, no calor da corrida, Camilo decidiu usar a potência a mais para superar Allam e assumir a segunda posição. Atrás apenas de Zonta, Thiago começou a abrir dos dois e o título parecia estar encaminhado. 

Bruno Senna fez uma boa corrida de recuperação e ganhou 15 posições na Corrida do Milhão da Stock Car (Foto: Carsten Horst)Bruno fez uma boa corrida de recuperação e ganhou 15 posições na Corrida do Milhão(Foto: Carsten Horst)

 

Porém, o líder do campeonato começou a sentir um barulho estranho no carro e desconfiou que havia algo errado no bólido.  Camilo chegou a perder rendimento e ver Khodair crescer no retrovisor. Ciente do drama de Thiago, Ricardinho partiu para cima de Allam, enquanto Zonta tentava, de todos os jeitos, segurar a pressão do carro 18. Ousado, o “Japonês Voador” deu o bote no fim da reta, mas Zonta fechou a porta e se manteve na ponta. Khodair freou tarde, ficou de lado, mas controlou o carro na ponta dos dedos para não rodar. Camilo usou seu último “push” para tomar a ponta de Zonta, mas ao entrar no S do Senna, sentiu o câmbio travar: Foi a chave para a decisão do título. Sem as três primeiras marchas, Thiago viu o ex-piloto da F-1 retomar a liderança no fim da reta. Maurício foi no embalo e também deixou Camilo para trás. Com extrema dificuldade para controlar carro, Thiago saiu da pista e caiu para quinto, vendo o título passar para as mãos do rival.

- Eu tinha um desempenho melhor no final, estava muito mais rápido. Mesmo administrando e poupando, deu passar para o Zonta. Mas quando fui reduzir no "S" meu câmbio ficou travado em quarta e eu só conseguia colocar marcha para cima. Eu só conseguia usar a quarta, a quinta e a sexta. As primeiras não conseguia usar - lamentou Camilo.

Thiago Camilo teve problemas no câmbio e viu título escapar - Corrida do Milhão Stock Car (Foto: Divulgação)Thiago Camilo teve problemas no câmbio e viu título escapar - Corrida do Milhão Stock Car (Foto: Divulgação)



Os quatro primeiros abriram a última volta com tudo indefinido na briga pela vitória. Na freada do S do Senna, Cacá Bueno passou Allam Khodair e pressionou muito Ricardo Maurício. Para alívio de Ricardo Zonta, que conseguiu abrir alguns metros para os rivais e faturou sua primeira vitória na Stock Car. E logo na prova mais importante do ano, faturando o prêmio de R$ 1 milhão. Thiago Camilo precisava ganhar uma posição para levar a taça, mas estava longe de Khodair, ou torcer para Cacá Bueno superar Maurício. Para piorar, ele ainda perdeu a quinta posição para Max Wilson. Ricardo Maurício segurou a pressão de Cacá e conseguiu cruzar em segundo assegurando o bi. Feliz da vida, o piloto do carro 90 brindou os fãs com uma série de “zerinhos” na entrada dos boxes, diante das arquibancadas.

Stock Car (Foto: Duda Bairros/Stock Car)Ricardo Zonta comemora no pódio o prêmio de R$ 1 milhão  (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

 

Veja o resultado da Corrida do Milhão 2013 da Stock Car:
1. Ricardo Zonta – carro 10 da RZ Motorsport
2. Ricardo Maurício – carro 90 da RC
3. Cacá Bueno – carro 0 da RBR Mattheis
4. Allam Khodair – carro 18 da Vogel
5. Max Wilson– carro 90 da RC
6. Thiago Camilo – carro 21 da RCM
7. Nonô Figueiredo, carro 11 da AMG
8. Luciano Burti – carro 14 da Boettger
9. Rubens Barrichello – carro 111 da Full Time
10. Átila Abreu – carro 51 da AMG
11. Valdeno Brito – carro 77 da A. Mattheis
12. Ricardo Sperafico – carro 20 da ProGP
13. Lico Kaesemodel – carro 63 da Boettger
14. Denis Navarro, carro 5 da VS Racing
15. Bruno Senna – carro 2G da A. Mattheis
16. Felipe Lapenna – carro 27 da Cavaleiro Racing
17. Duda Pamplona – carro 23 da ProGP
18. Rafa Matos – carro 2 da Hot Car
19. Rodrigo Sperafico – carro 19 da Mico’s Racing
20. Fábio Fogaça – carro 72 da Vogel
21. Alceu Feldmann – carro 82 da Full Time
22. Popó Bueno – carro 74 da A. Mattheis
23. Lucas Foresti – carro 42 da Bassani Racing
24. David Muffato – carro 35 da Carlos Alves
25. Rodrigo Pimenta – carro 3 da Gramacho
26. Vitor Genz – carro 46 da Gramacho

Não completaram:
Beto Cavaleiro – carro 7 da Cavaleiro Racing
Tuka Rocha – carro 25 da RZ Motorsport
Marcos Gomes – carro 80 da Carlos Alves
Diego Nunes – carro 70 da Bassani Racing
Galid Osman – carro 28 da RCM
Daniel Serra – carro 29 da RBR Mattheis
Júlio Campos – carro 4 da Mico’s Racing
Wellington Justino – carro 26 da Hot Car

Stock Car (Foto: Duda Bairros/Stock Car)Ricardo Maurício conquista o título da temporada da Stock Car (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

Classificação do Campeonato
1º Ricardo Maurício - 218 pontos
2º Thiago Camilo - 215 pontos
3º Cacá Bueno - 196 pontos
4º Daniel Serra - 181 pontos
5º Max Wilson - 163 pontos
6º Valdeno Brito - 152 pontos
7º Ricardo Zonta - 144 pontos
8º Rubens Barrichello - 118 pontos
9º Sergio Jimenez - 107 pontos
10º Marcos Gomes - 102 pontos
11º Átila Abreu - 97 pontos
12º Luciano Burti - 92 pontos

Por São Paulo

Ricardo Mauricio

 

veja também