MENU

Abel critica árbitro e dispara contra a Conmebol: 'Não quer final brasileira'

Abel critica árbitro e dispara contra a Conmebol.

Atualizado: Sexta-feira, 18 Maio de 2012 as 8:23

A reclamação do Corinthians contra o árbitro colombiano José Buitrago, há duas semanas, agora virou tricolor. Para Abel Braga, o juiz foi o responsável pela derrota por 1 a 0 do Fluminense para o Boca Juniors (veja os melhores momentos no vídeo ao lado), na noite desta quinta-feira, na Bombonera, pelas quartas de final da Taça Libertadores da América. O técnico reclama de um pênalti não marcado a favor do time brasileiro, num lance em que Roncaglia cortou a bola com o braço, e fez duras críticas à Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

 

- Logo na primeira falta do jogo me veio a partida do Corinthians contra o Emelec na cabeça. Esse árbitro é caseiro. Na verdade, ele não é um árbitro, ele compactua com o que quer a Conmebol. E a Conmebol não quer uma final brasileira - afirmou.


Abel teve o lateral-esquerdo Carlinhos expulso aos 34 minutos do primeiro tempo, mas, segundo o treinador, o Fluminense jogou com dois a menos, colocando-se contra o juiz. Apesar da derrota, o comandante tricolor demonstrou confiança quanto à classificação na partida de volta e pediu uma arbitragem justa.

- Não é fácil começar o jogo com 11 e terminar com dez contra 12. Porque o Boca não teve ninguém expulso e ainda contou com o árbitro. No Rio, se tivermos uma arbitragem justa, se jogarmos 11 contra 11, podemos conseguir a classificação. Lá, não tem colher de chá, vai ser pauleira.
Fluminense e Boca Juniors voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Engenhão. O Tricolor precisa vencer por dois gols de diferença para ir à semifinal, enquanto a equipe argentina vai jogar pelo empate. Se o placar se repetir a favor dos brasileiros, a decisão da vaga vai para os pênaltis.

 

veja também