Atual campeão do torneio teve dificuldades contra time bem organizado

Gol irregular do Tijuana encerra série invicta do Corinthians na Libertadores

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:08

 

CorinthiansDepois de desvio em Alessandro, Gandolfi tocou de calcanhar para o gol do Tijuana

Foto: Gregory Bull/AP

Cassio sai mal e não corta toque de Aguilar para Gandolfi na jogada do gol do Tijuana

Cassio sai mal e não corta toque de Aguilar para Gandolfi na jogada do gol do Tijuana

Foto: Gregory Bull/AP

Tite orienta os jogadores à beira do campo

Tite orienta os jogadores à beira do campo

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Antonio "El Turco" Mohamed comemora o gol da vitória do Tijuana

Antonio "El Turco" Mohamed comemora o gol da vitória do Tijuana

Foto: Gregory Bull/AP

Guerrero foi o principal jogador do Corinthians, mas passou em branco pela primeira vez num jogo internacional da equipe

Guerrero foi o principal jogador do Corinthians, mas passou em branco pela primeira vez num jogo internacional da equipe

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Pato toca e é observado pelo "Neymar" genérico do Tijuana

Pato toca e é observado pelo "Neymar" genérico do Tijuana

Foto: Gregory Bull/AP

Ralf e Corona em lance de Tijuana x Corinthians

Ralf e Corona em lance de Tijuana x Corinthians

Foto: Jorge Duenes/Reuters

Arce disputa a bola com Fábio Santos

Arce disputa a bola com Fábio Santos

Foto: Jorge Duenes/Reuters

Javier Gandolfi, à esquerda, disputa bola pelo alto com Guerrero e Joshua Abrego

Javier Gandolfi, à esquerda, disputa bola pelo alto com Guerrero e Joshua Abrego

Foto: Gregory Bull/AP

Martínez e Paulinho em lance do primeiro tempo entre Tijuana e Corinthians no Estádio Caliente

Martínez e Paulinho em lance do primeiro tempo entre Tijuana e Corinthians no Estádio Caliente

Foto: Gregory Bull/AP

O Corinthians somava 16 partidas seguidas sem perder na Libertadores até esta quarta-feira. Mas em Tijuana, para uma aplicada equipe e muito bem organizada pelo técnico argentino Antonio "El Turco" Mohamed, saiu derrotado por 1 a 0. O gol marcado pelo zagueiro Gandolfi após cruzamento de Arce em que ele e um companheiro estavam impedidos, acabou com as pretensões do Corinthians de igualar o recorde histórico de 17 partidas do torneio que pertence ao Sporting Cristal, do Peru, entre 1962 e 1969.

Mesmo com a interferência direta da arbitragem, o Corinthians teve grande dificuldade no gramado sintético do Estádio Caliente. Paulinho e Guerrero conseguiram jogadas razoáveis no ataque, mas o goleiro Saucedo pouco trabalho. Com Reascos e Martínez infernizando a vida dos laterais Fábio Santos e Alessandro, o Tijuana foi cavando faltas perto da área e numa delas, aos 19 minutos do segundo tempo alcançou o gol.

O trio de arbitragem foi preciso ao anular dois gols de Paulinho, mas não viu impedimento no lance em que Gandolfi pôs a bola na rede de Cássio de calcanhar. Antes do gol o árbitro peruano Victor Carrillo viu a agressão de Aguilar em Alexandre Pato, mas preferiu dar só o cartão amarelo.

Depois de sofrer o gol o Corinthians fez pouco para evitar a derrota. A equipe contou com mais uma boa atuação do zagueiro Gil, mas tocou mal a bola e viu o adversário disparar na liderança do Grupo 5, com nove pontos. O time paulista tem quatro, seguido de perto pelo Millonarios, que soma três e San José, com um.

FICHA TÉCNICA - TIJUANA 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Caliente, em Tijuana (MEX) Data: 6 de março de 2013, quarta-feira Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Victor Hugo Carrillo (PER)
Assistentes: Jonny Bossio (PER) e César Escano (PER)
Cartões amarelos: Alfredo Moreno, Javier Gandolfi e Pablo Aguilar (Tijuana); Paulinho, Fábio Santos e Guerrero (Corinthians)
Gol: Javier Gandolfi, aos 19 minutos do segundo tempo

TIJUANA: Cirilo Saucedo; Juan Carlos Núñez, Javier Gandolfi, Pablo Aguilar e Joshua Ábrego; Fernando Arce, Cristian Pellerano, Joe Corona e Fidel Martínez (Greg Garza); Duvier Riascos (Raúl Enríquez) e Alfredo Moreno (Richard Ruíz)
Técnico: Antonio Mohamed

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro (Edenílson), Gil, Paulo André (Romarinho) e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Renato Augusto (Douglas) e Danilo; Alexandre Pato e Guerrero
Técnico: Tite

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições