MENU

Botafogo tropeça diante da Ponte e chega à 3ªderrota no Brasileirão

Botafogo tropeça diante da Ponte e chega à 3ªderrota no Brasileirão

Atualizado: Domingo, 24 Junho de 2012 as 9:34

Hilton Mattos

O Botafogo resolveu ser solidário a Vasco e Flamengo e na noite deste domingo, no Engenhão, acabou sendo derrotado pela Ponte Preta pela sexta rodada do Brasileirão. O time de Oswaldo de Oliveira não soube jogar com a desvantagem no marcador e perdeu por 2 a 1. A equipe adversária atuou na base do contra-ataque e se fechou atrás após cada gol. Sem organização do meio para frente, os alvinegros, com nove pontos, sofreram o terceiro insucesso na competição.

Com a indefinição sobre o futuro do argentino Herrera, Loco Abreu começou jogando. Era a referência alvinegra na bola área. E foi do atacante uruguaio o belo passe para Andrezinho chegar com perigo. O chutou, porém, parou na boa defesa do goleiro Edson Bastos.

Em casa, o time dirigido de Oswaldo de Oliveira tinha mais volume de jogo. Com um meio-campo veloz e explorando as jogadas pelos lados do campo, o Botafogo era perigoso. O jovem John Lennon arriscou de fora uma bola que acabou ganhando efeito e saiu torta. Mas o lance de ataque mostrou que os donos da casa estavam ali para se redimir das duas derrotas sofridas até então no campeonato.

A Ponte Preta não tinha muita escolha. Na base do contra-ataque, buscava o erro do adversário para tentar chegar com perigo. E aos 15 minutos saiu na frente. Andre Luis, esperto, carregou a bola após falha de Márcio Azevedo, entrou na área, driblou Jefferson e tocou no canto direito, abrindo o marcador: 1 a 0.

A partir daí, o Botafogo se abriu ainda mais atrás da reação. Mas demonstrava nervosismo. Loco quase não tocou mais na bola e a defesa adversária, bem postada, impedia que o grandalhão concluísse. Quem respondeu assustando mais uma vez foi a equipe de Campinas. Ferron, de cabeça, por pouco não surpreendeu Jefferson. Mas a finalização saiu à direita do camisa 1 de General Severiano.

Aos 37, quase o segundo gol da Ponte. Roger escorou de cabeça um cruzamento na medida de João Paulo, da direita. Jefferson tentou cortar, saiu mal e permitiu a finalização do atacante. A bola, no entanto, explodiu na rede pelo lado de fora.

Por mais que quisesse, o Botafogo não tinha organização para construir uma jogada capaz de deixar um de seus finalizadores em condições de marcar. Porém, na base da insistência, Andrezinho acabou derrubado na área. Pênalti, que o próprio camisa 10 cobrou para deixar tudo igual: 1 a 1, aos 43 minutos.

Detalhe do gol: Loco Abreu seria, em tese, o cobrador. Mas com o prestígio em baixa, viu o companheiro se encarregar da cobrança. Outra observação: nem capitão do time o camisa 13 foi. A braçadeira ficou com o meia Renato.

O Botafogo voltou com Lucas Zen no lugar de Jadson na segunda etapa. Ainda assim, os donos da casa permaneciam mantendo a postura do fim do primeiro tempo. Buscava o gol a todo custo, mas abriam espaço para a Ponte, que aos oito minutos chegou ao desempate com um golaço de Ricardinho, emendando de perna esquerda um passe em rápido contra-ataque: chute cruzado, sem defesa para Jefferson: 2 a 1.

Oswaldo de Oliveira ainda tentou a reação, trocando Loco Abreu e Fellype Abreu por Elkeson e Maicosuel. Na base do abafa, o Botafogo jogou com praticamente oito jogadores no campo adversário. Mas a noite era mesmo da Macaca, que soube segurar o resultado.

FICHA TÉCNICA – BOTAFOGO 1 x 2 PONTE PRETALocal: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)Data: 24 de junho de 2012, domingo
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR/Fifa)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR/Fifa) e José Carlos Dias Passos (PR)

GOLS:

Botafogo: primeiro tempo – Andrezinho (43)

Ponte Preta: primeiro tempo – Andre Luis (15). Segundo tempo – Ricardinho (8)

Cartões amarelos: Lucas. Nikão

Renda: R$ 154.490,00

Público: 4.465 pagantes

BOTAFOGO: Jefferson; Lennon, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Jadson (Lucas Zen), Renato, Vitor Junior e Andrezinho; Fellype Gabriel (Maicosuel) e Loco Abreu (Elkeson)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

PONTE PRETA: Edson Bastos; Cicinho, Tiago Alves, Ferron e João Paulo; Baraka, Andre Luis, Lucas e Nikão (Bruno Sabino); João Paulo Silva e Roger

Técnico: Gilson Kleina


Leia também:  GUIAME

veja também