MENU

Breno é considerado culpado por incêndio e pega 3 anos e 9 meses

Breno é considerado culpado por incêndio

Atualizado: Quarta-feira, 4 Julho de 2012 as 11:36

O zagueiro Breno foi condenado a três anos e nove meses de detenção por ter colocado fogo na própria casa, na Alemanha, em setembro do ano passado. A decisão foi revelada nesta quarta-feira no Tribunal de Justiça de Munique pela juíza Rozi Datzmann, que acredita ter provas para considerar que o jogador de 22 anos, revelado pelo São Paulo, provocou o incêndio de propósito.


A pena é imediata, e o atleta seguiu direto para a cadeia. A juíza decidiu encerrar o julgamento alegando receio de que Breno fugisse para o Brasil, já que está sem contrato com o Bayern de Munique. O advogado do jogador, Werner Leitner, tem uma semana para recorrer.


- Peço desculpas por aquela noite. Sou uma pessoa que acredita em Deus e agradeço a Ele por ter protegido a minha família. Eu sei que tudo é muito difícil no momento, e eu prometi ao tribunal que não vou fugir - disse Breno, após ouvir a decisão da juíza.


Casado com Renata e pai de dois meninos e uma menina, o zagueiro também pediu desculpas aos filhos:
- Sei que eu não era um bom modelo.


O promotor Nicholas Lanz, que chegou a pedir cinco anos e meio de prisão, afirmou que o fato de Breno estar alcoolizado no dia do incêndio não permitiria ao zagueiro saber se sua família estava em casa na hora do fogo. O advogado do brasileiro defendia uma pena máxima de dois anos.


- Breno não tem nada além do futebol e da família. Uma prisão fora do Brasil será o fim da sua carreira - Leitner.
As sessões do julgamento vinham acontecendo às terças e quartas e estavam previstas para acabar apenas no próximo dia 17, mas as provas levadas ao tribunal anteciparam a decisão da juíza. Breno está sem contrato com o Bayern desde 30 de junho. Segundo informações da imprensa europeia, o Lazio, da Itália, estava interessado na contratação do zagueiro e poderia acertar com o atleta caso ele fosse inocentado.


Breno, que disputou as Olimpíadas de 2008 com a Seleção em Pequim e foi medalha de bronze, foi negociado pelo São Paulo com o Bayern em 2008 por € 12 milhões (R$ 30 milhões atualmente). O jovem nunca se firmou no time de Munique, sofreu com lesões e chegou a ser emprestado ao Nuremberg em 2010.

veja também