MENU

Classificado, Timão mira liderança geral contra o lanterna Táchira

De olho no 1º lugar geral, Timão joga secando Flu e Nacional

Atualizado: Quarta-feira, 18 Abril de 2012 as 8:05

Não tente convencer Tite de que a partida contra o eliminado Deportivo Táchira-VEN, nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu, não vale nada para o Corinthians. Apesar de estar classificado para as oitavas de final da Taça Libertadores, o treinador quer seriedade diante do lanterna do grupo. O alvo agora é o primeiro lugar geral entre os 32 participantes, condição que daria ao Timão o direito de decidir em casa todos os confrontos do mata-mata.
Com a vitória por 3 a 1 sobre o Nacional-PAR, semana passada, em Ciudad del Este, o Corinthians assumiu a liderança do Grupo 6, com 11 pontos, e garantiu a classificação com uma rodada de antecedência. De quebra, ainda se manteve invicto e abriu três pontos de vantagem para o segundo colocado, o Cruz Azul-MEX.

Para ser primeiro no geral, o Timão precisa de mais um triunfo, além de contar com tropeços de Fluminense (12 pontos) e Nacional de Medellín (11, mas em vantagem no saldo de gols: nove a cinco) contra Arsenal, na Argentina, e Universidad de Chile, em Santiago, respectivamente. O Velez-ARG (12) foi derrotado em casa pelo Defensor-URU e já colaborou.
Depois de complicar a estreia alvinegra na Venezuela, o Táchira tenta se despedir com uma vitória. O clube de San Cristóbal soma apenas três pontos, fruto de três empates em casa, e não tem qualquer possibilidade de avançar. O Nacional também está eliminado.
O chileno Patricio Polic apita a partida. Os auxiliares são os compatriotas Sérgio Roman e Marcelo Barraza. A Rede Globo transmite a partida para os estados de SP, RS, SC (menos Chapecó), MG (apenas para Uberlândia e Ituiutaba), GO, TO, MS, MA (menos Balsas), DF e PA (menos Santarém).

As escalações

Corinthians: o técnico Tite optou por não fazer mudanças em relação ao time que venceu o Nacional-PAR na semana passada. O meia Alex, recuperado de uma lesão na coxa esquerda, sequer foi relacionado. Assim, a equipe continua com apenas Danilo na armação, além de três atacantes. A formação é a seguinte: Julio Cesar, Edenílson, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Liedson e Emerson.
Táchira: o treinador Jaime De la Pava não poderá contar com o polivalente Ángel Chourio, por conta de uma lesão muscular. O jogador se machucou na última partida da equipe e não chegou a viajar para o Brasil. Provável equipe: Roberts Rivas, Gerzon Chacón, Wilker Ángel, Andrés Rouga, Ebby Pérez; Diego Guerrero, Pedro Fernández, Gamadiel García, Mauricio Parra; Sergio Herrera e Cristian Cáceres.

Quem está fora

Corinthians: Alessandro (lesão na coxa esquerda), Alex (em recuperação), Paulo André (cirurgia no joelho direito) e Wallace (cirurgia no tornozelo esquerdo).
Táchira: Ángel Chourio (lesão muscular)

Fique de olho

Corinthians: Danilo vem sendo decisivo para o Corinthians na primeira fase da Libertadores. Quando os jogos são no Pacaembu, a contribuição do armador é ainda maior. Ele marcou nos dois jogos anteriores, contra Nacional-PAR e Cruz Azul-MEX, e agora tem novamente a missão de conduzir a equipe a mais um triunfo.
Táchira: autor do gol no primeiro duelo entre as duas equipes, o atacante Sérgio Herrera conhece muito bem o futebol brasileiro. Com 31 anos, o atacante colombiano defendeu o Atlético-PR em 2006 e é o goleador da equipe.

O que eles disseram

Tite, técnico do Corinthians: “É um jogo difícil. Mais do que um risco, vejo a importância da equipe continuar jogando bem, com a pressão de ter a necessidade do resultado. Precisamos de desempenho e resultado para conseguir uma melhor classificação”.
Sérgio Herrera, atacante do Táchira: “É um jogo complicado, principalmente pela tradição da equipe rival. Mas, nós temos capacidade para ir, jogar bem e buscar o gol”.

Números e curiosidades

*O Táchira é uma das três equipes que não conseguiram vitória alguma na fase de grupos da Libertadores. Em cinco jogos, a equipe venezuelana empatou em casa contra Corinthians, Nacional e Cruz Azul e foi derrotada nas duas vezes que saiu da Venezuela (0 a 4 contra Cruz Azul e 2 a 3 contra Nacional). Zamora, também da Venezuela, e Peñarol são as outras equipes que não venceram.
*O Corinthians disputou 26 partidas neste ano, obtendo 17 vitórias, sete empates e duas derrotas, com 37 gols marcados e 16 sofridos. Willian, Emerson e Danilo com 4 gols são os artilheiros corintiano no ano. Este ano, Tite utilizou 35 jogadores diferentes. O goleiro Júlio César e os volantes Ralf e Paulinho foram os que mais atuaram com 21 partidas cada.
*O Corinthians vem de sete vitórias consecutivas e não perde desde o dia 4 de março, quando foi derrotado pelo Santos por 1 a 0, na Vila Belmiro pela 12ª rodada do Campeonato Paulista. Em suas últimas 11 partidas, o Timão obteve oito vitórias e três empates.
*Atual campeão brasileiro, o Corinthians tem a característica de marcar poucos gols. Em suas últimas 36 partidas, o Timão conseguiu apenas uma vitória por mais de dois gols de diferença. Isso aconteceu na 17ª rodada do Paulistão deste ano quando venceu o Oeste por 3 a 0, em Presidente Prudente. Das 17 vitórias que o Timão obteve este ano, 12 foram por diferença de um gol, sendo oito vezes pelo placar de 1 a 0 e quatro por 2 a 1.
*Com apenas dois gols sofridos em cinco jogos, o Corinthians tem a melhor defesa da Libertadores. Em toda a temporada 2012, o Timão sofreu apenas 16 gols em 26 jogos e apenas em duas oportunidades foi vazado mais de uma vez na mesma partida, nos empates por 2 a 2 com o Flamengo, em amistoso realizado em Londrina, e 3 a 3 com o Comercial, no Paulistão.

Último confronto

Corinthians e Táchira se enfrentaram pela última vez na estreia na Taça Libertadores. A partida, disputada em San Cristóbal, foi sofrida para o Timão buscar o empate por 1 a 1. Os donos da casa abriram o placar ainda no primeiro tempo. A igualdade veio apenas nos acréscimos, com Ralf marcando de cabeça no último lance do jogo.

veja também