MENU

Com título da Libertadores, Tite, enfim, conquista a torcida corintiana

Com título da Libertadores, Tite, enfim, conquista a torcida corintiana

Atualizado: Quinta-feira, 5 Julho de 2012 as 7:30

Bruno Winckler

“Olê olê olê olê, Titê, Titê”. Foram precisos 164 jogos pelo Corinthians para que Tite ouvisse os sinceros cantos da torcida corintiana exaltando seu trabalho no clube. A conquista da Libertadores quebrou a resistência do torcedor ao técnico, antes criticado até mesmo nas vitórias. Retranqueiro, defensivo, e outros adjetivos contrários a ele eram comumente ouvidos nas arquibancadas. Certamente quem o fizer a partir de agora será repreendido como quem grita “gol antes”, atitude repelida pelos corintianos desde sempre.

“Teria uma grande oportunidade de ficar me valorizando, mas não falo. Tenho noção exata do meu trabalho. O conjunto é muito forte, a equipe é forte. Somos fortes porque marcamos muito. Um conjunto forte ora vai aflorar o técnico, mas tem o atleta que decidiu, Romarinho, o aspecto físico que vai te dar intensidade, a direção que sustenta em momentos difíceis e a torcida que apoia em momentos difíceis”, disse Tite depois da vitória sobre o Boca Juniors.

Quando o jogo terminou, Tite agradeceu aos céus, abraçou cada um dos jogadores do time e correu para a torcida. Deu a volta a olímpica no Pacaembu e foi aplaudido por cada um dos 37 mil torcedores que estavam no estádio.

“Hoje vai ser duro dormir. Não tenho a dimensão (do que foi o título). Vou ter amanhã. Mas me sinto gratificado em poder dividir a alegria com tanta gente”, disse o treinador, preparado para uma maratona de compromissos nesta quinta-feira. Segundo sua assessoria de imprensa, são mais de 20 pedidos de entrevistas e participação em programas de TV.

O Brasileiro de 2011 foi grandioso, mas a Libertadores inédita alça Tite a um patamar inigualável para o torcedor corintiano. Foram anos de dedicação ao clube. Salvou o time do rebaixamento em 2004 e na sua segunda passagem garantiu a única taça que faltava ao Corinthians. “El, el el, Tite é da “Fiel”.

 

Leia também: Guiame

veja também