MENU

Concentrado na Libertadores, Vasco inicia mata-mata contra o Lanús

Vasco abre mata-mata em casa hoje contra Lanús

Atualizado: Quarta-feira, 2 Maio de 2012 as 7:56

O Campeonato Carioca já faz parte do passado para o Vasco. Eliminado após a derrota para o Botafogo na final da Taça Rio, o time da Colina volta toda sua atenção para a competição mais importante do semestre: a Libertadores. Nesta quarta, a equipe faz sua estreia na fase mata-mata do torneio, contra o Lanús-ARG. O jogo de ida das oitavas de final será disputado em São Januário, a partir das 21h50m (horário de Brasília).
saiba mais

O clima em São Januário não é pesado, apesar da tristeza com a derrota para o Botafogo. Em entrevistas, tanto jogadores quanto o técnico Cristóvão Borges fizeram questão de enfatizar que a equipe já está desligada do Estadual e que espera compensar a eliminação com uma boa vitória sobre o time argentino para deixar bem encaminhada a classificação para as quartas de final.

Por sua vez, a equipe argentina vem ao Rio esperando conseguir um bom resultado para chegar no duelo de volta, em Buenos Aires, em boa situação para definir em casa. O Lanús chegou ao Rio nesta terça, debaixo de chuva. O time não fez o reconhecimento do gramado e treinou em um campo de grama sintética na Barra da Tijuca.

O uruguaio Roberto Silvera apitará a partida. Ele será auxiliado por Mauricio Espinosa e Carlos Pastorino. A Rede Globo transmite o duelo para RJ, Juiz de Fora (MG), ES, SC, DF, Petrolina (PE), PB, SE, MA, RN, AL, PI e Região Norte. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos.

As escalações

Vasco: o técnico Cristóvão Borges, mais uma vez, fez mistério sobre o time que vai entrar em campo, mas a tendência é que seja o mesmo que disputou as duas últimas partidas. A dúvida fica por conta do aproveitamento de Juninho, que ficou no banco na semifinal e na final da Taça Rio e, mais descansado, pode entrar no lugar de Felipe. A equipe vai a campo com: Fernando Prass, Fagner, Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri; Romulo, Fellipe Bastos, Felipe (Juninho) e Diego Souza; Eder Luis e Alecsandro.

Lanús: a única dúvida é sobre as condições físicas de Camoranesi, que se recuperou recentemente de uma lesão na coxa direita. O time que entra em campo será formado por Marchesín, Araujo, Goltz, Braghieri e Balbi; Camoranesi (Gonzalez), Pizarro, Fritzler e Valeri; Pavone e Regueiro

Quem está fora

Vasco: Cristóvão Borges não poderá contar com Dedé, que ainda se recupera de uma inflamação na fíbula da perna esquerda, e com Tenório, que rompeu o tendão do pé direito e ainda faz fisioterapia.
Lanús: o técnico Gabriel Schurrer tem todos os jogadores à disposição. A delegação chegou ao Rio com 20 atletas.

Fique de olho

Vasco: Romulo completa 100 jogos com a camisa cruz-maltina e promete se empenhar ao máximo para fazer com que o time deixe o campo com a vitória para poder comemorar a sua marca pessoal.
Lanús: o atacante uruguaio Mario Regueiro é o camisa 10 do Lanús e um dos principais jogadores da equipe granate. Ao lado do argentino Pavone, forma uma dupla que merece atenção.

O que eles disseram

Cristóvão Borges, técnico do Vasco: "Apesar de jogar com um só atacante, eles chegam bem ao ataque. Conversei com o Matias (Abelairas), que conhece bem o time deles, e me disse que é isso mesmo. Temos que estar atentos para não sermos surpreendidos."

Camoranesi, volante do Lanús: "Na fase de eliminação, há muitos bons resultados. Você pode perder e ser um bom resultado. Pode ganhar, pode empatar. São 180 minutos. Não se define tudo nesta quarta-feira. O treinador vai decidir como vamos jogar, mas nossa equipe joga sempre igual, não importa o adversário. Joga para tentar fazer gols."

Números e curiosidades

* Este é o terceiro confronto entre Vasco e Lanús. Pela Copa Sul-Americana de 2007, as duas equipes se enfrentaram pelas oitavas de final e o Vasco levou a melhor. Na Argentina, o Lanús venceu por 2 a 0, gols de Pelletieri e Sand, mas no Rio, o Vasco bateu o rival por 3 a 0, gols de Leandro Amaral (dois) e Wagner Diniz.
* Jogando em São Januário, o Vasco não deixa de marcar pelo menos um gol desde o empate com o São Paulo em 0 a 0 pelo Campeonato Brasileiro do ano passado (30 de outubro). Em suas últimas 12 partidas em seu estádio, o Vasco marcou 35 vezes.
* Em sua história, o Vasco disputou 75 jogos diante de equipes argentinas, com 27 vitórias, 25 empates e 23 derrotas.

Último confronto

Na última vez que Vasco e Lanús se enfrentaram, o time da Colina levou a melhor. Pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana de 2007, em São Januário, a equipe conseguiu exatamente o resultado que precisava para avançar sem necessidade de pênaltis, 3 a 0, uma vez que havia perdido o jogo de ida por 2 a 0. Sem dar chance para os argentinos, o Vasco obteve a classificação aos 45 minutos do segundo tempo, com gol de Leandro Amaral, que já havia marcado o primeiro. Wagner Diniz fez o segundo.

veja também