Corinthians reencontra torcida, faz 3 a 0 no Tijuana, mas perde Pato machucado

Corinthians reencontra torcida

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:08

 

CorinthiansO Corinthians teve o primeiro encontro com sua torcida nesta Libertadores. O primeiro jogo pela competição com seu fiel torcedor, agora mais acostumado com o torneio, mas empurrando pelo bi como se o título fosse inédito. Nas arquibancadas, um mosaico improvisado lembrou da conquista mundial de dezembro. E em campo a equipe correspondeu o carinho que faltou na partida contra o Millonarios há duas semanas.

Leia também: Em seu 11º jogo seguido, Pato marca, mas sente lesão e pede para sair

Com grande atuação de Renato Augusto e Ralf, o Corinthians fez 3 a 0 no Tijuana com gols de Alexandre Pato, Guerrero e Paulinho e chegou a sete pontos no grupo 5 da Libertadores. Tem dois a menos que os rivais mexicanos, que levaram seus primeiros gols na competição e consequentemente conheceram a primeira derrota.

Para repetir o feito do ano passado, o Corinthians estava ciente da importância da torcida e entrou em campo com a mensagem “O Pacaembu fica muito mais bonito com vocês” em uma faixa. E para eles os jogadores dedicaram a vitória que devolveu a confiança à equipe após a perda da invencibilidade de 16 jogos.

baixa da noite foi a lesão de Alexandre Pato , sentida pouco antes de seu gol. Ele será avaliado nesta quinta-feira para conhecer a gravidade da lesão.

 
 
 
Paulinho cabeceia e fecha o placar para o Corinthians diante do Tijuana. Foto: Miguel Schincariol/ Gazeta Press
1/8
 

O jogo 
O Corinthians teve mais presença no campo adversário desde o primeiro minuto de jogo. Diferente da partida da última semana no campo sintético da Baixa Califórnia, quando demorou para se adaptar e acabou não conseguindo se impor, o Corinthians teve vida fácil contra o Tijuana no ótimo gramado do Pacaembu.

Renato Augusto foi o condutor do ótimo primeiro tempo da equipe de Tite. Arriscou chutes de fora e de dentro da área antes do lance que originou o primeiro gol corintiano. Saucedo evitou que o meia marcasse seu primeiro gol pelo clube em dois chutes. No terceiro dele, após três toques na trave, a bola ficou para Pato em cima da linha que só tocou para o gol.

Àquela altura o atacante já reclamava de dores na coxa direita e pedira para deixar o jogo por precaução. Romarinho entrou em seu lugar e alguns minutos depois, em nova jogada de Renato Augusto pelo lado direito do ataque, saiu o segundo gol. O meia achou Guerrero na área e herói do Mundial de Clubes guardou o dele. Foi seu terceiro gol na competição.

Na volta do intervalo, o técnico do Tijuana, o argentino Antonio Mohamed, mudou o time. Sacou o lateral-direito Núñez e colocou o zagueiro Ruiz. Mudou o esquema para três zagueiros e deu mais liberdade para seus pontas, principalmente Martínez.

A mudança surtiu efeito e o Corinthians não conseguiu sair para o jogo. Esperou o Tijuana em seu campo e proporcionou algumas boas chances para o time mexicano. Cássio foi testado pela primeira vez no jogo e contou com a sorte na chance mais clara do “Xolos”, aos 15 minutos, com chute rasteiro de Arce que passou rente à trave esquerda do goleiro.

O Corinthians não se encontrava e precisou que seu primeiro volante jogasse como o segundo para conseguir sair para o jogo. Paulinho não foi bem no jogo e Ralf se destacou muito no segundo tempo. Na marcação e criação de jogadas, o camisa 5 foi quem conseguiu fazer com que o Corinthians buscasse o terceiro gol.

Por um capricho, Paulinho que não vinha fazendo bom jogo, foi premiado. Cavou a falta na intermediária que cobrada por Renato Augusto aos 36 minutos acabou terminando com gol de cabeça do camisa 8 após escorada de Guerrero. Placar definido. E Corinthians vai firme pelo sonho de seu segundo título na Libertadores.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS 3 x 0 TIJUANA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP) 
Data: 13 de março de 2013, quarta-feira 
Horário: 22h (de Brasília) 
Árbitro: Enrique Osses (CHI) 
Assistentes: Francisco Mondria (CHI) e Carlos Astroza (CHI)

Cartões Amarelos: Alessandro (COR); Aguilar, Núñez, Moreno, Pellerano, Arce (TIJ)

Renda: R$ 2.049.017,50 (bruta)

Público: 31.671 pagantes (Público total: 33.120)

Gols: Pato, aos 27, e Guerrero aos 35 minutos do 1º tempo. Paulinho aos 36 minutos do 2º tempo.

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Renato Augusto (Douglas) e Danilo; Alexandre Pato (Pato) e Guerrero Técnico: Tite

TIJUANA: Cirilo Saucedo; Juan Carlos Núñez, Javier Gandolfi, Pablo Aguilar e Joshua Ábrego (Greg Garza); Fernando Arce, Cristian Pellerano, Joe Corona (Richard Ruiz)e Fidel Martínez; Duvier Riascos (Marquez) e Alfredo Moreno Técnico: Antonio Mohamed

Bruno Winckler - iG São Paulo

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições