MENU

Cruzeiro vence rival de virada e chega a sete vitórias seguidas

Cruzeiro vence rival de virada e chega a sete vitórias seguidas

Atualizado: Domingo, 25 Março de 2012 as 6:32

Victor Martins, iG Belo Horizonte

Jogo com o América-MG foi bastante disputado e time celeste ganhou com gols de Anselmo Ramon e Walter

Foi de virada e com muita vontade que o Cruzeiro conseguiu bater o América-MG pela oitava rodada do Campeonato Mineiro e se manter na cola do Atlético-MG. Alessandro abriu o placar para o time americano, mas o Cruzeiro virou com gols de Anselmo Ramon e Walter, chegando aos 21 pontos, três atrás do rival atleticano.

Veja também: Confira a classificação atualizada do Campeonato Mineiro

Já o América-MG praticamente fica sem chance de terminar a fase de classificação na liderança do Estadual. Com 18 pontos, o time de Givanildo Oliveira está praticamente classificado, mas não deve jogar com vantagens na semifinal, seja contra o próprio Cruzeiro ou então contra o Atlético-MG.

Apesar de voltar a sofrer gols, o Cruzeiro mostrou muita força ofensiva e aproveitou bem os espaços dados pelos laterais do América-MG, que não marcaram bem. Antes do clássico com o Atlético-MG que pode definir o primeiro colocado, o Cruzeiro vai até Varginha para enfrentar o Boa Esporte. Já o América-MG volta a campo nesta quarta-feira, contra o Tupi, mais uma vez na Arena do Jacaré.

O jogo

A partida começou aberta. O Cruzeiro foi escalado com três atacantes, enquanto o América-MG tinha dois meias-atacantes em campo. Com isso, antes dos dois minutos as duas equipes já tinha chegado com algum perigo na área adversária. Apesar de o Cruzeiro ficar mais tempo no campo de ataque, foi do América a primeira boa chance. Fábio fez grande defesa em chute de Luciano. A resposta foi imediata, e 30 segundos depois foi vez de Neneca evitar o gol de Anselmo Ramon.

O jogo seguia aberto até Alessandro colocar a equipe americana na frente. O centroavante aproveitou a bola rebatida na defesa cruzeirense para girar e bater na saída de Fábio. A partir de então o América-MG adotou os contra-ataques para tentar aumentar o placar, mas antes viu Neneca fazer outra grande defesa, em chute de Montillo.

O América teve a chance de matar o clássico aos 32 minutos, mas Luciano ficou sozinho com Fábio e não chutou. O camisa 10 tentou dar mais um drible ao invés de finalizar e jogada não deu em nada. O castigo não podia ser pior. O primeiro tempo terminou empatado, com gol de Anselmo Ramon.

Ciente da marcação ruim dos laterais americanos, o Cruzeiro tomou conta da partida no começo do segundo tempo. A virada, no entanto, não saiu. Esperto, Givanildo colocou mais um volante para fechar o time e equilibrar a partida. O América-MG chegou a fazer o segundo, mas Gabriel fez falta em Léo, bem marcada pelo árbitro.

Foi então que as alterações que Vágner Mancini fizeram a diferença. Élber havia acabado de entrar na partida e deixou Walter em boa condição para marcar. O centroavante finalizou com tranquilidade e colocou o Cruzeiro na frente. A partir de então os times inverteram os papéis. O América-MG no ataque e o Cruzeiro no contra-ataque. Fábio, aos 39 minutos do segundo tempo, fez outra grande defesa e garantiu a sétima vitória seguida da equipe celeste. A perseguição ao rival continua.

FICHA TÉCNICA – CRUZEIRO 2 X 1 AMÉRICA-MG Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG) Data: 25 de março de 2012 (no domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Renda: R$ 174.822,50
Público: 10.337 pagantes
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (FMF)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Marcus Vinicius Gomes
Cartões Amarelos: Marcos, Diego Renan, Wellington Paulista, Marcelo Oliveira e Montillo (CRU); Kaio, Everton Luiz, Leandro Ferreira e Gabriel (AFC)

GOLS:
CRUZEIRO: Anselmo Ramon, aos 40 minutos do primeiro tempo; Walter, aos 26 minutos do segundo tempo
AMÉRICA-MG: Alessandro, aos 21 minutos do primeiro tempo

CRUZEIRO: Fábio; Marcos, Léo, Victorino e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira e Montillo; Wallyson (Everton), Anselmo Ramon (Élber) e Wellington Paulista (Walter).
Técnico: Vágner Mancini.

AMÉRICA-MG: Neneca; Rodrigo Heffner, Gabriel, Everton e Bryan; Leandro Ferreira, Moisés (Adeílson), Luciano (China) e Kaio; Alessandro (Kaká) e Fábio Júnior.
Técnico: Falcão.

 


Continue lendo...

veja também