MENU

Debaixo de temporal, Santos assume topo

Debaixo de temporal, Santos assume topo

Atualizado: Sexta-feira, 23 Março de 2012 as 8:13

Foram 90 minutos de tranquilidade do Santos e sem ameaças por parte do Juan Aurich. Na vitória do Peixe por 2 a 0, nesta quinta-feira, no Pacaembu, pela Libertadores, o Alvinegro jogou praticamente sozinho. O controle do jogo e a quase nula efetividade dos peruanos foram exaltadas pelo técnico Muricy Ramalho.

Além de elogiar o futebol apresentado, o treinador ressaltou a posse de bola crescente do Peixe nas últimas partidas. Apesar disso, Muricy lamentou as condições adversas do gramado pesado, em função da forte tempestade que caiu em São Paulo (a partida chegou a ser atrasada, por conta de um apagão parcial dos refletores).

- Dificultou para nós, pois nosso time gosta de tocar a bola e envolver o adversário com velocidade. Mas o time se portou bem, consciente e mereceu a vitória. Não sofremos, nosso goleiro não trabalhou. Falei na preleção que eles viriam fechados e que precisaríamos de paciência, pois, pela escalação, não iriam arriscar. Temos melhorado a posse de bola há alguns jogos. Com a idade, eles vão evoluindo - analisou.

Muricy também falou das faltas em cima de Neymar, mas lembrou que o jogador já está aprendendo a se livrar dos adversários - o craque chegou a dizer que se não fugisse das pancadas, estaria no hospital.

Agora, o treinador afirma que ainda avaliará se usará os titulares no confronto de domingo, contra o Bragantino, pelo Campeonato Paulista, na Vila Belmiro. Nesta sexta-feira, os principais jogadores terão folga.

A vitória levou o Peixe ao posto de líder isolado do Grupo 1, com nove pontos, ultrapassando o Internacional, segundo colocado com sete pontos. O Colorado, aliás, é o próximo adversário do Santos na competição continental, no Beira-Rio, em Porto Alegre, no dia 4 de abril. O confronto pode definir o primeiro colocado da chave - se o Peixe vencer, garante a classificação.

veja também