MENU

Flamengo só empata com a Portuguesa na estreia de Dorival Junior

Flamengo só empata com a Portuguesa na estreia de Dorival Junior

Atualizado: Sexta-feira, 27 Julho de 2012 as 7:42

Treinador ficou no banco e assistiu ao empate de 0 a 0. Flamengo chega ao terceiro jogo sem vitória

Na estreia do técnico Dorival Junior, o Flamengo repetiu os erros de partidas anteriores e não passou de um empate sem gols com a Portuguesa em partida disputada na noite desta quinta-feira, no Engenhão. O resultado fez o time carioca chegar aos 16 pontos e ocupar a 10ª posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. A Portuguesa soma dez pontos e está na 17ª colocação, sendo o primeiro na zona do rebaixamento. A torcida da equipe carioca vaiou muito o time ao final da partida, chamando a equipe de \"sem vergonha\".

O resultado fez justiça ao desempenho das duas equipes. O Flamengo mostrou vontade mas não teve criatividade para encontrar espaços na defesa da Portuguesa. A equipe paulista poderia ter obtido um resultado melhor se soubesse aproveitar as oportunidades que apareceram durante a partida. Na próxima rodada o Flamengo enfrentará o São Paulo no Morumbi. A Portuguesa vai receber o Náutico no Canindé.

O jogo Com uma formação mais ofensiva do que vinha apresentando nas partidas anteriores, o Flamengo começou a partida pressionando, principalmente pelo lado esquerdo com Ramon. E logo aos dois minutos, após cruzamento de Adryan, Mattheus bateu de primeira mas a bola encobriu o arco defendido por Dida. Armada com três zagueiros, a Portuguesa só chegou na área rubro-negra através de um chute de Luis Ricardo que bateu em Ramon e saiu pela lateral.

O time rubro-negro seguiu pressionando e aos seis minutos, Adryan fez grande jogada pela direita, se livrou de um adversário e cruzou para Vagner Love que cabeceou para boa defesa do goleiro Dida. A resposta da Lusa veio em chute de Léo Silva que aproveitou uma rebatida defeituosa de Wellinton, mas o chute saiu sem levar perigo. Na jogada seguinte, aos dez minutos, Héverton se aproveitou de um espaço na zaga rubro-negra e bateu rasteiro. Paulo Victor rebateu e a zaga carioca aliviou.

A partida estava aberta e o Flamengo voltou a criar uma boa chance aos 11 minutos quando Matheus recebeu dentro da área, evitou a marcação e bateu de canhota para boa defesa de Dida. O goleiro da Portuguesa voltou a aparecer com destaque aos 12 minutos, quando Vágner Love, lançado por Mattheus, entrou livre mas adiantou a bola permitindo que o veterano goleiro, com uma saída precisa, aliviasse o perigo depois de dividir com o atacante.

O Flamengo tentava imprimir uma velocidade maior às jogadas de ataque mas a forte marcação da equipe dirigida por Geninho impedia que as ações rubro-negras se desenvolvessem com mais facilidade. Aos 21 minutos, Mattheus tabelou com Adryan, mas a bola sobrou para Ramon, que bateu cruzado e Dida defendeu em dois tempos.

A Portuguesa subiu de produção e através de Luis Ricardo, que levava vantagem sobre Ramon, começou a criar dificuldades para a defesa da equipe carioca. Aos 21 minutos, o lateral cruzou para Ricardo Jesus bater de primeira. A bola bateu no travessão e o goleiro Paulo Victor mandou para escanteio. Um minuto depois, Luis Ricardo cruzou, Ricardo Jesus completou e Paulo Victor salvou com os pés. Heverton tentou completar mas Wellinton salvou. Os jogadores da equipe paulista pediram a marcação de pênalti mas o árbitro considerou normal o lance.

Aos 23 minutos, Luis Ricardo fez grande jogada individual, driblou dois zagueiros rubro-negros entrou na área e tentou encobrir Paulo Victor mas jogou a bola por cima do travessão. Aos 29 minutos, após levantamento de Adryan, a bola sobrou para Vagner Love, inteiramente livre, na pequena área, mas o atacante desperdiçou outra chance mandando a bola bem longe do gol defendido por Dida.

A partida caiu de ritmo com muitos erros de passes por parte das duas equipes. O Flamengo encontrava dificuldades no ataque porque Vágner Love perdia todas as bolas que recebia do meio-campo. Só aos 43 minutos, o time carioca voltou a assustar quando Mattheus cruzou da direita, Valdomiro meteu a cabeça e quase surpreendeu o goleiro Dida. 

VEJA FOTOS DOS JOGOS DESTA QUINTA-FEIRA

O Flamengo voltou para o segundo tempo com Renato Abreu no lugar de Ibson, numa tentativa de Dorival Júnior de bloquear as penetrações de Luis Ricardo pela direita e permitir as subidas de Ramon para apoiar o ataque.

Aos cinco minutos, Luiz Antonio foi lançado por Léo Moura pelo lado direito da área e cruzou para Vágner Love, mas Valdomiro aliviou o perigo. A Lusa respondeu com uma boa jogada de Léo Silva pela esquerda mas o cruzamento foi facilmente contido pela defesa da equipe carioca.

Aos oito minutos, Heverton escorou a bola para a conclusão de Ricardo Jesus mas o chute do atacante saiu torto, sem levar perigo para Paulo Victor. Aos dez minutos, Vágner Love fez o pivô e recuou para Luiz Antonio bater da entrada da área e mandar a bola longe do gol. Aos 14 minutos depois de uma verdadeira blitz na entrada da área da Portuguesa, a bola sobrou para Mattheus que chutou com grande perigo.

A Portuguesa encontrava muita dificuldade para se organizar ofensivamente porque Luis Ricardo estava muito vigiado e Héverton não conseguia prender a bola no ataque. Aos 21 minutos, Léo Moura fez falta na entrada da área. Na cobrança, Ricardo Jesus bateu rasteiro e Paulo Victor defendeu com segurança.

Os dois times continuavam errando muitos passes o que tornava a partida muito monótona pela inexistência de lances de emoção. Aos 27 minutos, Thomas fez uma jogada individual pela esquerda e bateu rasteiro para Dida defender sem dificuldades.

Só aos 36 minutos é que a Portuguesa chegou com perigo através de Moisés que fez boa jogada individual, entrou na área, mas seu chute foi bloqueado por Marcos González.

Aos 39 minutos, Ramon perdeu a bola na intermediária para Luis Ricardo que penetrou pela direita e bateu cruzado para boa defesa de Paulo Victor.

Aos 42 minutos, após cobrança de escanteio, Diego Viana subiu livre e cabeceou por cima. Ramon fez boa jogada e bateu cruzado aos 44,mas Luis Ricardo desperdiçou a última chance.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO 0 X 0 PORTUGUESA

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)Data: 26 de julho de 2012 (Quinta-feira)
Horário: 21h(de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Marcus Vinícius Gomes (MG)
Cartão amarelo: Valdomiro (Portuguesa)

FLAMENGO: Paulo Victor, Leonardo Moura, Welinton, Marcos González e Ramon; Aírton, Luiz Antonio, Ibson (Renato Abreu) e Mattheus (Thomas); Adryan (Bottinelli) e Vagner Love
Técnico: Jaime de Almeida

PORTUGUESA: Dida, Gustavo, Valdomiro e Rogério; Luis Ricardo, Ferdinando, Léo Silva, Moisés e Marcelo Cordeiro; Héverton (Henrique) e Ricardo Jesus (Diego Viana)
Técnico: Geninho

 

 


Leia também; Guiame

veja também