MENU

Fluminense só empata com Atlético-MG e perde chance de encostar

Fluminense só empata com Atlético-MG e perde chance de encostar

Atualizado: Domingo, 29 Julho de 2012 as 7:46

Fluminense e Atlético Mineiro empataram sem gols na tarde deste domingo no Engenhão, no Rio de Janeiro. O resultado fora de casa foi comemorado pelos mineiros, que seguem líderes do Brasileirão, e lamentado pelo time carioca, que teve um gol anulado no final da partida, com o árbitro marcando um impedimento duvidoso do atacante Fred.

O Atlético-MG soma agora 32 pontos, e abre dois de vantagem para o Vasco, enquanto o Fluminense chegou aos 26 pontos na terceira colocação.

Na próxima rodada, o time de Cuca retorna ao Engenhão no sábado para enfrentar o Flamengo, às 18h30, no esperado reencontro de Ronaldinho Gaúcho com a trocida rubro-negra. Já o Fluminense joga às 16h00 de domingo, diante do embalado Coritiba, no Couto Pereira.

O Jogo O nível técnico apresentado pelas duas equipes no primeiro tempo ficou muito aquém das expectativas para um duelo que envolvia o líder e o terceiro colocado na tabela do Brasileirão. O jogo começou nervoso, com os jogadores se provocando e dando chutes para o alto.

O Atlético-MG foi ao Engenhão com uma proposta conservadora, apostando nos lançamentos de Ronaldinho Gaúcho para o atrapalhado Jô.

O Fluminense mostrou mais consistência e mais vontade de buscar o gol nos primeiros 45 minutos, tendo como principal destaque o atacante Fred, mas não foi decisivo.

A primeira chance dos cariocas aconteceu aos 4 minutos, quando Fred recebeu cruzamento da esquerda, dominou e arriscou o chute, mas errou o alvo e mandou para fora.

Aos 11, rápida penetração pela ponta direita, bola cruzada pelo chão e Wellington Nem, dentro da área, tentou a conclusão, mas a bola bateu na zaga.

A melhor chance do Atlético-MG foi aos 31 minutos, na cobrança de uma falta pela esquerda do ataque. Ronaldinho levantou no segundo pau, Danilinho cabeceou para o meio e Jô subiu mais que a zaga para cabecear da linha da pequena área. A bola foi em ciam de Diego Cavalieri, que defendeu em dois tempos.

Já o Flu quase abriu o placar no último minuto, quando após jogada de Fred, Wellington Nem concluiu de cabeça e obrigou Victor a trabalhar para garantir o 0 a 0.

As duas equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo, mas o jogo ganhou em velocidade. Logo aos 40 segundos, Carlinhos avançou pela esquerda, deu um corte em Marcos Rocha, entrou na área a chutou para fora.

Fred perdeu grande chance aos 13. Digão tomou a bola de Ronaldinho Gaúcho na intermediária do Flu e deu para Nem, que carregou a bola até a intermediária contrária e tocou para Fred livre. Da linha da área, o atacante escolheu o canto mas Victor voou e fez a defesa.

A resposta do Galo vem no minuto seguinte, num contra-ataque rápido. Ronaldinho dominou no meio e lançou Marcos Rocha na esquerda. Ele avançou, parou, e cruzou para Danilinho que entrava pelo outro lado. Mas o avante errou a conclusão e mandou por cima do gol.

O Fluminense, mais interessado no resultado, tentava pressionar. Aos 35, boa penetração de Jean pela direita, ele cruzou, Victor espalmou mas ninguém conseguiu concluir. No fim, Carlinhos isola a bola por cima do gol.

O Galo responde: Ronaldinho recebeu aos 38, avançou pela esquerda, se livrou da marcação e arriscou o chute da entrada da área, mas a bola saiu à direita do gol de Cavalieri.

Aos 42, o lance mais polêmico do jogo. Fred recebeu na área, driblou Victor e mandou para as redes, mas o árbitro, que inicialmente apontou o meio de campo, voltou atrás e anulou o lance após seguir o assistente.

FICHA TÉCNICA - FLUMINENSE 0 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ) Data: 29 de julho de 2012 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Renda: R$ 368.345,00
Público: 16.175 pagantes (19.761 presentes)
Árbitro: Rodrigo Baghetto (SP)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Vicente Romano Neto (SP)
Cartões amarelos: Wallace (Fluminense); Júnior César, Danilinho, Pierre (Atlético-MG)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wallace (Wagner), Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Jean, Digão, Thiago Neves (Marcos Júnior) e Deco; Wellington Nem e Fred
Técnico: Abel Braga

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha (Serginho), Leonardo Silva, Réver e Junior César; Pierre, Leandro Donizete, Ronaldinho e Bernard (Escudero); Danilinho (Guilherme) e Jô
Técnico: Cuca

 

 

Guiame

veja também