MENU

Herói em Santa Catarina, Assunção alerta: "Não podemos subir aos céus"

Herói em Santa Catarina, Assunção alerta: "Não podemos subir aos céus"

Atualizado: Domingo, 23 Setembro de 2012 as 8:22

Gazeta

Volante, que marcou um gol e deu duas assistências contra o Figueirense, disse que Palmeiras precisará vencer equipes que estão na parte de cima da tabela

O triunfo por 3 a 1 sobre o Figueirense, concorrente direto na luta contra o rebaixamento à Série B, deu novo fôlego ao Palmeiras, mas não foi comemorado em demasia pelo volante Marcos Assunção. Nome do jogo, com duas assistências e um gol, o volante valorizou o resultado com moderação e, no papel de espelho para os companheiros de equipe, pede pés no chão para encarar os próximos desafios.

O Palmeiras vai terminar o Brasileirão fora da zona de rebaixamento? Deixe o seu recado

\"Não podemos desanimar nem subir aos céus. Temos que continuar nessa luta. Faltam jogos importantes. Para sair dessa situação, vamos ter que ganhar de equipes que estão lutando na parte de cima da tabela. É deixar a vida dentro de campo. Não adianta nada se poupar e perder o jogo\", disse.

Após o apito final no Orlando Scarpelli, o camisa 20 reuniu os demais jogadores para saudar a torcida, que apoiou o time do início ao fim em Florianópolis.

"Isso que é gostoso, a torcida está acreditando. Não podemos deixar de acreditar enquanto houver um pingo de esperança. Eu, como capitão, jamais tenho que deixar meu grupo para baixo. Tenho que estar sempre para cima, para dar apoio aos meus companheiros. Eles têm em mim um espelho. Se estou de cabeça baixa, não vão ter forças. Essa força tem que vir do torcedor também. Estamos juntos nessa batalha\", comentou.

A distância para a saída da zona de descenso caiu momentaneamente para cinco pontos, mas ainda pode voltar a ser de oito ao fim da rodada, já que Coritiba e Flamengo vão a campo somente no domingo, fora de casa, respectivamente contra Atlético-GO e Sport.

O próximo compromisso do Palmeiras, agora antepenúltimo colocado do Campeonato Brasileiro, será no sábado que vem, diante da Ponte Preta. Curiosamente, a ex-equipe de Gilson Kleina, que comandou o time da capital pela primeira vez neste domingo, no Orlando Scarpelli.

 

 

Guiame

veja também