MENU

Luigi pede para torcida vaiar, inclusive Abel, Edinho e Sobis

Presidente do Inter pede para torcida vaiar o Fluminense

Atualizado: Quarta-feira, 25 Abril de 2012 as 4:10

Amigos, amigos, negócios à parte. Este é o espírito do Inter para o confronto desta noite contra o Fluminense, às 21h50, no Estádio Beira-Rio. E se depender do presidente Giovanni Luigi, a trajetória vitoriosa de Abel, Edinho e Rafael Sobis na equipe colorada será "esquecida" por uma noite. Em busca da vantagem em casa, o dirigente quer os torcedores vaiando o time carioca durante toda partida.

- Os torcedores devem aplaudir somente a nossa equipe. Os outros são adversários, temos de vaiá-los, precisamos da classificação. É importante que o torcedor não caia em armadilha. O Fluminense deve ser vaiado o tempo inteiro. Tem que vaiar. Claro que um cumprimento respeitoso é natural, mas quando jogarmos lá no Rio de Janeiro não teremos nenhuma consideração da parte deles - afirmou Luigi em entrevista à Rádio Gaúcha.

Nesta quarta, os jornais de Porto Alegre estamparam um anúncio pago pelo Inter que diz: "Colorado, hoje é dia de decisão: somos nós ou eles. Não se iluda, o técnico e os jogadores do Fluminense vão tentar ficar com a nossa vaga. Por isso, aplauda somente quem veste a camisa vermelha e vai lutar até o fim para garantir a classificação do Inter. Contamos com o seu grito, do primeiro ao último minuto, para vencer mais essa batalha".

Dorival Júnior ainda faz mistério sobre a escalação da equipe. Lesionado, D'Alessandrio não joga e Kleber ainda é duvida para a partida. O provável time do Inter: Muriel, Nei, Índio, Moledo e Kleber (Fabrício); Guiñazu, Sandro Silva, Tinga (Jajá) e Dátolo; Dagoberto e Damião.

veja também