MENU

"Margem de erro é menor", diz Tite sobre oitavas da Libertadores

"Margem de erro é menor", diz Tite sobre oitavas de final

Atualizado: Quinta-feira, 19 Abril de 2012 as 4:12

O Corinthians atravessou a fase de grupos da Copa Libertadores melhor do que mandavam as contas da comissão técnica: em vez de vencer as três partidas como mandante e empatar as outras três como visitante, o time somou quatro triunfos em casa e dois empates fora, fechando a chave como líder invicto e isolado.

A boa primeira fase levou Tite até a dizer que não gostaria de estar na situação de quem tem que enfrentar seu time. Em contrapartida, o treinador advertiu que a partir das oitavas de final, com apenas dois jogos (ida e volta) no mata-mata, os adversários tendem a ser mais fortes e os falhas consequentemente precisam ser diminuídas para evitar a eliminação.

"Iniciaremos uma fase com características diferentes, onde a margem de erro é menor", disse o técnico corintiano, mesmo ciente de que seu elenco, que na quarta-feira derrotou o Deportivo Táchira (Venezuela) por 6 a 0, passa à próxima fase bastante respeitado pelos outros 15 clubes classificados. "Pela trajetória e pelo o que a equipe tem jogado, impõe mais respeito, sim. É mais difícil um enfretamento com o Corinthians por causa desse seu momento", emendou.

O oponente do Corinthians nas oitavas será conhecido nesta quinta-feira, quando os times dos grupos 1 e 8 atuam e fecham a sexta e última rodada da primeira fase. No momento, o time brasileiro teria que encarar o Emelec (Equador), segundo pior segundo colocado. Ocorre, contudo, que os jogos restantes podem mudar completamente o chaveamento final.

Ainda sem saber qual será seu adversário, o grupo volta a trabalhar na tarde desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, dando inicio à preparação para a partida das 16 horas (de Brasília) de domingo contra a Ponte Preta, válida pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

veja também