MENU

Muricy e Rafael isentam arbitragem por derrota no clássico

Muricy e Rafael isentam arbitragem por derrota no clássico

Atualizado: Segunda-feira, 19 Março de 2012 as 1:22

Após um jogo emocionante, o Santos lamentou as oportunidades desperdiçadas de sair do clássico com o São Paulo, realizado neste domingo, no Morumbi, com a vitória. O segundo tempo da partida foi recheado de lances polêmicos, mas o técnico Muricy Ramalho, evitou manifestar qualquer tipo de reclamação a respeito da atuação do árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza.

 

Leia também: Muricy culpa cansaço pela derrota do Santos no clássico

"Arbitragem é um tema que eu não gosto de falar. Acho que ele foi correto. Teve falhas, mas errou para os dois lados. Foi um jogo muito quente, corrido. É difícil apitar uma partida assim", disse Muricy, sem protestar contra o pênalti marcado sobre Luis Fabiano, convertido pelo próprio centroavante, e o gol de Lucas, que decidiu o confronto. As imagens televisivas mostraram que o meia são-paulino estava adiantado em relação à defesa santista no lance.

O treinador santista, porém, evitou analisar essas jogadas. Muricy Ramalho ainda valorizou o fato de o juiz ter mostrado o cartão vermelho para o volante Rodrigo Caio, que atuou improvisado como lateral direito, logo no início da segunda etapa.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Na hora (intervalo) reclamei, e depois ele (árbitro) expulsou o Rodrigo Caio. Não podemos reclamar de nada. Foi um jogo normal. Não gosto de falar disso", ponderou o comandante alvinegro, procurando encerrar o assunto.

Indagado sobre o desempenho da arbitragem, o goleiro Rafael também não quis polemizar. O camisa 1 do Santos questionou o lance em que o árbitro marcou pênalti em Luis Fabiano, mas optou por evitar atritos e declarações contundentes na saída do gramado do Morumbi.

Confira ainda: "Lucas é o cara", diz Neymar, após vitória são-paulina

"O Luis Fabiano deixou o pé, todo atacante faz isso. Agora, cabe a vocês (jornalistas) dizerem se foi pênalti ou não", destacou Rafael, antes de lamentar as falhas de sua equipe nos momentos decisivos do clássico. "Não foi isso (arbitragem) que fez a gente perder. Os dois times tiveram erros, mas eles erraram menos e ganharam. Infelizmente levamos dois gols em contra-ataques", completou.

 


Continue lendo...

veja também