No 'Castelão', Costa Rica surpreende Uruguai e vence por 3 x 1

Fonte: Terra.comAtualizado: sábado, 14 de junho de 2014 21:11
Uruguai fica em situação complicada na Copa
Uruguai fica em situação complicada na Copa

jogadores do uruguai Costa Rica conseguiu na tarde deste sábado um resultado para lá de expressivo. Considerada a pior equipe do Grupo D, chamado de “da morte”, os costarriquenhos surpreenderam o mundo em Fortaleza, no Castelão, e, com uma grande atuação, venceram de virada o bicampeão mundial Uruguai por 3 a 1 na estreia de ambas as seleções na Copa do Mundo de 2014. A chave da seleção da América Central ainda tem Inglaterra e Itália, que se enfrentam neste sábado.

A vitória na estreia no retorno da Costa Rica à Copa do Mundo – não participou em 2010 – é ainda mais impressionante ao observar o histórico dos costarriquenhos no último Mundial em que participou: em 2006, não conquistou nenhum ponto e só fez três gols na primeira fase. Agora, a seleção costarriquenha, líder com três pontos, segue em busca de um sonho ainda maior na Copa do Mundo e pode sonhar em avançar no grupo. A próxima missão será tão pesada quanto a deste sábado: enfrenta a Itália dia 20 de julho, na Arena Pernambuco.

Já os uruguaios pegam a Inglaterra na próxima quinta-feira, na Arena Corinthians. Com boa quantidade de torcedores nas arquibancadas, mas setores com lugares vazios, a partida no Castelão começou em ritmo lento. O Uruguai dominava as ações de jogo, mas pouco criava. A primeira chance foi uruguaia e surgiu aos 16min, quando Cavani recebeu sobra sozinho na área, mas pegou na orelha da bola e mandou por cima do gol. O atacante se redimiria do erro pouco depois. Aos 22min, Lugano foi agarrado na área e a arbitragem anotou pênalti para o Uruguai.

Na cobrança, Cavani acertou o canto esquerdo rasteiro do goleiro e abriu o placar para os sul-americanos. Depois do gol, a partida mudou completamente e a Costa Rica passou a criar chances, mas não empatou até o intervalo. A nova postura costarriquenha seguiu na volta para a etapa final. Aos 6min, Muslera salvou o Uruguai, mas três minutos depois não teve jeito: após cruzamento, o atacante Campbell apareceu sozinho na área com tempo para dominar e chutar forte para o gol.

Irreconhecível, o Uruguai tomou a virada pouco depois. Aos 13min, Duarte, em posição irregular, cabeceou para marcar. A virada deixou o Uruguai perdido em campo e a equipe não conseguiu reagir.

Nas arquibancadas, a torcida costarriquenha comemorou o feito aos gritos de “ole, ole, ole, ole, ticos, ticos”, que dominaram o som na Arena Castelão. Ainda houve tempo da festa ficar maiior ainda: aos 39min, Ureña recebeu lindo passe de Campbell e tocou na saída de Muslera para fazer o terceiro. Nos acréscimos, o Uruguai perdeu o lateral Maxi Pereira por um pontapé em um adversário.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições