MENU

Pacaembu é arma do Corinthians para buscar classificação inédita

Pacaembu é arma do Corinthians para buscar classificação inédita

Atualizado: Terça-feira, 19 Junho de 2012 as 7:30

João Pontes

Palco do clássico desta quarta-feira, o Pacaembu é uma das armas do Corinthians para eliminar o Santos nas semifinais da Copa Libertadores. Após vencer o jogo de ida, o time do Parque São Jorge precisa apenas empatar para conquistar a inédita vaga na final da competição continental.

Desde 2009, quando o então presidente Andrés Sanchez entrou em rota de colisão com Juvenal Juvêncio, do São Paulo, o alvinegro nunca mais jogou como mandante no Morumbi e adotou o Pacaembu como única casa.

Nestes três anos, o Pacaembu foi importante na conquista de três títulos do Corinthians: Campeonato Paulista de 2009, Copa do Brasil de 2009 e Campeonato Brasileiro de 2011. De quebra, em 21 clássicos disputados no estádio contra Palmeiras, São Paulo e Santos, o clube mais popular do estado somou 15 vitórias, cinco empates e uma derrota.

Durante esse período de jogos apenas no Pacaembu, o Corinthians também não foi derrotado em partidas de mata-mata. Mesmo nas Libertadores de 2010 e 2011, quando foi respectivamente eliminado por Flamengo e Tolima, o time paulista venceu os cariocas por 2 a 1 e empatou com os colombianos por 0 a 0.

Para completar, o Pacaembu também trouxe resultados positivos fora de campo. Em 2009, com apenas um estádio fixo, a diretoria do Corinthians lançou o Fiel Torcedor. Atualmente, o programa conta com mais de 60 mil sócios.

No estádio municipal, o Corinthians virou líder de arrecadação na maioria dos campeonatos que disputou. No Brasileiro do ano passado, por exemplo, o time campeão arrecadou R$ 19,2 milhões em 19 jogos.

Com a construção da Arena Corinthians, as partidas do clube no Pacaembu estão com os dias contados. De qualquer forma, o estádio está marcado na história do Corinthians e a torcida sonha encerrar esse importante capítulo com a conquista da Libertadores. Se passar pelo Santos, a equipe do técnico Tite vai disputar o segundo jogo da final justamente no Pacaembu.

 


Leia também:  GUIAME

veja também