MENU

Para 'iluminar' tabu negativo, Santos encara Vélez pela Libertadores

Para 'iluminar' tabu negativo, Santos encara Vélez

Atualizado: Quinta-feira, 17 Maio de 2012 as 9:22

A rivalidade entre Brasil e Argentina nem sempre foi motivo de bronca entre as duas nações. Tanto que, em 1969, o Santos de Pelé foi convidado pelo Vélez Sarsfield para um amistoso de inauguração da então nova iluminação do Estádio José Amalfitani. Nem mesmo o maior time da história do Peixe, porém, foi capaz de vencer o adversário do Alvinegro nesta quinta-feira, pela primeira partida das quartas de final da Libertadores, às 22h, em Buenos Aires.


Desde então até hoje, Peixe, Vélez e o próprio estádio mudaram muito. O que ainda permanece igual no confronto é o pequeno histórico negativo para o lado dos brasileiros. Nos três jogos disputados até hoje, foram dois empates e uma derrota.

Portanto, quando entrar em campo, o agora Santos de Neymar terá mais em jogo do que só a importante partida. O craque, aliás, será colocado à prova pela primeira vez atuando pelo Peixe no país dos "hermanos".


E a promessa é de um estádio completamente lotado por aproximadamente 45 mil torcedores exercendo a maior pressão já vista pelo atual elenco desde a Libertadores de 2011, como já previu Robert, último santista a marcar contra o Vélez.


Surfando a onda de títulos importantes conquistados nos últimos 20 anos (a sequência começou com o Campeonato Nacional, o "Clausura", de 93, depois Libertadores e Mundial de 94, entre muitos outros), os argentinos tentam ir mais longe do que na última edição, quando por muito pouco não foram os rivais do Alvinegro na decisão, no lugar do Peñarol.

O experiente Carlos Amarilla estará no comando do apito do trio paraguaio, auxiliado por Rodney Aquino e Dario Gaona. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real.

veja também