MENU

Ronaldinho "entrega o ouro" e Fla empata com o Inter no Engenhão

Ronaldinho "entrega o ouro" e Fla empata com o Inter no Engenhão

Atualizado: Domingo, 27 Maio de 2012 as 8:30

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro

Meia perde bola infantil que determinou no resultado de 3 a 3 quando o time vencia a partida. Substituído, deixou o jogo sob vaias

O Flamengo precisava vencer para ficar em paz com a torcida e seguir o trabalho no Campeonato Brasileiro menos pressionado do que tem sido ultimamente. Com Ronaldinho Gaúcho em crise com a torcida, Joel Santana sendo cobrado e problemas extra campo, o clima não ia bem. E piorou na noite deste sábado, no Engenhão. O time vencia o Internacional por 3 a 2 quando Ronaldinho perdeu infantilmente uma bola no meio-campo. A Bola sobrou para Dátolo, que decretou o empate em 3 a 3.

 

O meia, perseguido implacavelmente pela torcida, passou a ser vaiado até ser substituído na metada da segunda etapa. O técnico Joel Santaba também não foi poupado. Aos gritos de "burro", passou os minutos finais vendo o adversário pressionar e quase chegar à vitória. Foi o segundo empate rubro-negro na competição. Na estreia, o time ficara no 1 a 1 com o Sport Recife. O time colorado vencera o Coritiba por 2 a 0 no Beira-Rio.

Ibson recebeu o carinho que tanto esperava da torcida. Mal pisou o gramado, o meia teve o nome gritado pela torcida, que o tem como um dos principais ídolos da história recente do clube. Sobretudo dos jogadores feitos em casa. E o primeiro da partida teve a sua participação. Foi dele o passe que resultou no escanteio cobrado por Ronaldinho Gaúcho. Foram duas tentativas. Até que na segunda, num cruzamento bem fechado e na primeira trave, o goleiro rebateu e Aírton, mesmo caído, empurrou para o gol: 1 a 0, aos 8 minutos.

Não demorou muito e o novo camisa 7 rubro-negro teve participação fundamental no segundo gol. Depois de Ronaldinho e Vágner Love apertarem a marcação na defesa do Inter, o zagueiro acabou cometendo falta em Ibson dentro da área, aos 16. Pênalti, que Ronaldinho cobrou e converteu: 2 a 0.

O Inter respondeu com Dagoberto. O atacante invadiu a área pelo lado direito, se livrou da marcação de um defensor e chutou cruzado. Paulo Victor salvou de tapinha. Mas nem Paulo Victor nem a zaga rubro-negra foram capazes de impedir que Gilberto descontasse, aos 33, numa bola rasteira cruzada para área. Houve o desvio a bola morreu no canto esquerdo do goleiro, que estava fora da jogada: 2 a 1.

Logo em seguida, Ibson, o jogador mais vibrante da partida, recebeu livre, mas na hora de driblar o goleiro, permitiu que Muriel, de tapinha, esticasse para evitar o terceiro gol rubro-negro. Ibson, no entanto, não desistiu. Na jogada seguinte, após boa investida de Léo Moura pela direita, ele emendou de primeira, mas a zaga afastou, mandando a bola para escanteio.

Na volta para o segundo tempo, Vágner Love fez bem o dever de casa. Depois de receber pelo lado direito da grande área, o atacante bateu no canto oposto, rasteiro, sem chances para Muriel: 3 a 1.

O Inter não acusou o golpe com o terceiro gol. Adotou uma postura ofensiva, mas permitia espaços para o Flamengo ameaçar e chegar com perigo ao gol de Muriel. Com Ibson, Ronaldinho e Luiz Antônio, o time rubro-negro aproveitava bem os contra-ataques.

Mas, de tanto insistir, Fabrício, de fora da área, acertou o ângulo esquerdo de Paulo Victor, que sequer esboçou reação de tão bem colocado que foi o chute: 3 a 2. O susto era apenas um aviso pelo queria. Ronaldinho perdeu uma bola infantilmente pelo setor direito de ataque, a bola sobrou para Dátolo, que arriscou da entrada da área no canto esquerdo do goleiro rubro-negro: 3 a 3.

Ronaldinho tentou jogar a culpa no juiz, pela não-marcação da “falta” sofrida. O fato é que a torcida começou a vaiá-lo. Joel imediatamente trocou Aírton por Amaral. Mas de nada adiantou. E logo emseguida, substituiu Ronaldinho por Deivid. O meia saiu de campo muito vaiado. O Inter continuou sendo mais perigoso. No fim, empate e muita vaia para Ronaldinho e Joel.

FICHA TÉCNICA – FLAMENGO 3 x 3 INTERNACIONAL Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ) Data: 26 de maio de 2012, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Fábio Pereira (TO) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)
GOLS
Flamengo: Primeiro tempo - Aírton, aos 5 minutos; e Ronaldinho Gaúcho, aos 8. Segundo tempo – Vágner Love, aos 3
Internacional: primeiro tempo – Gilberto, aos 33 minutos; Fabrício, aos 20; e Dátolo, aos 25

FLAMENGO: Paulo Victor; Léo Moura, González, Welinton e Magal; Aírton (Amaral), Luiz Antônio (Renato), Kleberson e Ibson; Ronaldinho Gaúcho (Deivid) e Vágner Love. Técnico: Joel Santana

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Élton, Guiñazu, Josimar (Maurides) e Dátolo; Gilberto (Marcos Aurélio) e Dagoberto. Técnico: Dorival Júnior



veja também