MENU

Sport vence Portuguesa na Ilha do Retiro

Ataque funciona bem, e Sport vence a Lusa

Atualizado: Domingo, 15 Julho de 2012 as 9:09

Sport e Portuguesa fizeram um belo jogo na Ilha do Retiro, marcado pelo equilíbrio. Mas o Leão foi mais competente e conseguiu bater a Lusa por 2 a 1, com gols de Henrique e Gilberto para o time pernambucano e Moisés descontando para os paulistas. Festa dos mais de 17 mil torcedores que compareceram à Ilha e vibraram bastante com a vitória, que afastou o Rubro-Negro da zona do rebaixamento. Com o resultado, o Sport chega a 11ª posição, com 12  pontos; a Lusa caiu para o 15º lugar, com oito, apenas um acima do Coritiba, mais bem colocado dos integrantes do Z-4.

- Melhor impossível. Conseguimos vencer, e marquei na minha estreia. Vamos descansar e focar no Grêmio, pois já temos uma outra pedreira na quarta-feira - disse o atacante Gilberto, que estreou com a camisa do Sport.
- Jogamos bem, mas não conseguimos a vitória. Temos que acertar isso, porque o campeonato está correndo e precisamoa pontuar fora de casa - lamentou o volante Moisés, autor do gol da Portugues.
Na próxima rodada, o Sport visita o Grêmio, quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Olímpico; a Portuguesa recebe o Cruzeiro, também na quarta, mas às 20h30m.

Poucas chances e Leão na frente

O primeiro tempo começou morno. O Sport não conseguia criar, facilitando, assim, a vida da Portuguesa. A primeira boa chance veio aos dez minutos: Cicinho fez um excelente lançamento para Henrique, que invadiu a área e cruzou para Marquinhos Gabriel finalizar para fora. Aos 14, num vacilo da dafesa do Sport, a bola sobrou para Ricardo de Jesus, que ficou frente a frente com Magrão, mas mandou para fora.
Um minuto depois, o Leão farejou o caminho das redes. Tobi roubou a bola na intermediária e passou para Gilberto, o atacante protegeu e rolou para Henrique chutar de primeira, a bola desviou na defesa da Lusa e enganou o goleiro Dida: 1 a 0.


Em desvantagem no placar, a Portuguesa se lançou ao ataque, e aos 22 minutos, quase chegou ao empate quando o baixinho Ananias apareceu entre a defesa e mandou de 'peixinho' junto à trave do goleiro do Sport. O time pernambucano chegava bem, apresentava boa movimentação do meio para frente e, por pouco, não encontrou o segundo gol aos 28, quando Henrique limpou a marcação e mandou bonito no canto esquerdo de Dida: a bola passou muito perto.


Aos 33, a resposta da Lusa. Moisés mandou um chutaço de fora da área, e Magrão fez uma defesaça. Dois minutos depois, os jogadores da Portuguesa reclamaram de um pênalti de Aílson em cima de Ricardo Jesus, que não foi assinalado pelo árbitro Evandro Rogério Roman.
Aos 42, Gilberto chegou a marcar para o Sport, mas foi assinalado o impedimento no lance, quando o atacante rubro-negro estava em posição legal.


Jogo melhora, e gols saem


Logo a um minuto da etapa complementar, Marquinhos Gabriel avançou e bateu cruzado, Cicinho acreditou na jogada e cruzou, a bola passou na frente de Henrique, que, por muito pouco, não marcou o segundo dele na noite. O equilíbrio da primeira etapa se repetiu no início do segundo tempo: aos oito minutos, a Portuguesa teve falta ao seu favor, a bola foi levantada na área, e Guilherme cabeceou para a defesa de Magrão.


A Lusa apertou e teve nova chance de encontrar o empate quando Ricardo Jesus aproveitou a bobeira da defesa do Leão e mandou de cabeça para outra grande defesa de Magrão. Na sequência, o Sport emendou o contra-ataque, e Gilberto serviu Marquinhos Gabriel, que ficou cara a cara com Dida, mas chutou fraco nas mãos do pentacampeão mundial. Em busca do empate, Geninho promoveu duas mudanças na Lusa: Ricardo Jesus deu lugar a Dieho Viana, e Ferdidando entrou na vaga de Gustavo.


O Sport oferecia muitos espaços no meio-de-campo para a Portuguesa, e a Lusa chegava fácil à frente, principalmente no jogo aéreo. Aos 23, Diego Viana quase empatou de cabeça. Quando a Portuguesa era melhor em campo, a resposta do Leão foi implacável. Aos 26, Cicinho recebeu na direita, soltou a bomba, Dida fez um milagre, mas, no rebote, o estreante da noite, Gilberto, mandou pras redes: Sport 2 a 0.

A resposta da Lusa foi imediata. Três minutos depois, Moisés pegou um rebote na cobrança de escanteio e fez um golaço, de primeira, no ângulo de Magrão. O gol animou a Portuguesa, que voltou a ter uma nova oportunidade por cima com Diego Viana, e Magrão voltou a salvar o Sport mandando para escanteio. Cicinho, um dos principais nomes do Sport em campo, deixou o gramado e deu lugar a Moacir. Outro que saiu do jogo foi o atacante Henrique, substituído por Gilsinho. Aos 36, Gilberto, ovacionado pela torcida do Sport, Gilberto saiu da partida dando a vaga para Roberson.


Visivelmente cansadas, as duas equipes caíram bastante de rendimento e o jogo esfriou. Aos 40 minutos, Gilsinho tentou colocado, e a bola passou perto do gol de Dida. O Sport soube conduzir a partida até o final e chegou a terceira vitória na Série A. O domingo foi de festa na Ilha.

veja também