MENU

Técnico dá receita para segurar Neymar: 'Marcá-lo igual a Riquelme'

Técnico dá receita para segurar Neymar.

Atualizado: Quarta-feira, 16 Maio de 2012 as 9:24

Não faltam supostas "receitas infalíveis" de como parar Neymar. Enquanto alguns "juram" o atacante, prometendo pancadas e outros preferem a provocação, como o técnico do Bolívar, que disse desconhecer o camisa 11, o Vélez Sarsfield parece mais precavido. Ao menos nas palavras de seu comandante Ricardo Gareca, o respeito pelo santista existe. A ponto de o treinador o comparar a outro craque, argentino: Riquelme, camisa 10 do Boca Juniors.


Adversário do Vélez no último domingo pelo torneio "Clausura", campeonato nacional argentino, o meia não conseguiu ajudar a equipe "xeneize" a sair do zero no placar. Por isso, Gareca avisa: é necessária a mesma aplicação usada contra Riquelme para segurar Neymar.

- É claro que se marca Neymar de uma forma especial. Ele tem de ser marcado da mesma forma como fizemos com Riquelme no último jogo, diante do Boca. São jogadores especiais e requerem atenção. Vamos tomar os cuidados necessários e tentaremos levar o time à frente - analisa Gareca.


Sem confirmar o time que entrará em campo diante do Peixe, Gareca prega respeito ao Santos e lembra que os dois poderiam ter sido os finalistas da Libertadores de 2011, não fosse a eliminação dos argentinos nas semifinais diante do Peñarol-URU. Mesmo assim, ressalta a força do Vélez e garante que será um jogo difícil para os dois lados.
Ainda sobre Neymar, o treinador exalta o poder econômico brasileiro, agora

com possibilidades de segurar atletas como o craque do Santos, pagando salários parecidos com os da Europa.


- O Santos tem bons jogadores. O Neymar é importante, mas hoje vejo que o Brasil pode segurar esses atletas. Quando eles têm chances de ir para a Europa, ficam porque ganham quase o mesmo do que no exterior. Isso permite a eles ter seus melhores atletas. De qualquer forma, estamos convictos de que podemos fazer um grande jogo - finaliza.

veja também