MENU

Cabos eleitorais e políticos são presos por boca de urna no País

Cabos eleitorais e políticos são presos por boca de urna no País

Atualizado: Domingo, 7 Outubro de 2012 as 3:19

iG São Paulo

Oito Estados já registraram 450 prisões por distribuição de \'santinhos\' e compra de votos. Campeão de ocorrências é o Rio, com pelo menos 400 detenções, segundo TRE

Pelo menos sete Estados já registraram prisões de cabos eleitorais e políticos por distribuição ilegal de material de campanha, prática conhecida como boca de urna, e outros crimes eleitorais durante as eleições municipais deste domingo. De acordo com os dados preliminares, 452 foram detidos nos Estados da Bahia, Goiás, Manuas, Maranhão, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. 

Especial: Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

O ato de distribuir material de propaganda política é proibido e considerado crime eleitoral com pena prevista de seis meses a um ano, podendo também ser aplicada multa entre R$ 5 mil e R$ 15 mil.

O Estado do Rio de Janeiro registrou o maior número de prisões até o momento. Segundo o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), Luiz Zveiter, até 10h, pelo menos 400 pessoas foram detidas, sendo que quatro são candidatos a vereador e um disputa o cargo de vice-prefeito. Em Macaé (RJ), uma pessoa foi flagrada comprando votos. Com ela, foram encontrados cerca de R$ 10 mil.

Discussão: Candidato é preso em João Pessoa após brigar com mesária

Já de acordo com um balanço parcial da Polícia Militar do Rio, até 14h, foram registradas 250 prisões. As cidades com os registros das ocorrências são: Rio de Janeiro (76), Baixada Fluminense (73), Região Serrana (83), região dos Lagos (6), Itaboraí (7) e Macaé (5). Os detidos estão sendo levados para delegacias.

Bahia

No território baiano, 22 pessoas foram flagradas realizando boca de urna. Entre eles, estava um candidato a vereador, que foi visto comprando voto em Amélia Rodrigues. As ocorrências foram registradas nos municípios de Seabra (3) e Amélia Rodrigues (19). 

Veja o votos dos candidatos pelo País:

 

Edson Giroto, candidato a prefeito de Campo Grande (MS) pelo PMDB, vota na tarde deste domingo (7) acompanhado de sua esposa

Foto: Futura Press

 

Adversários, Chalita e Soninha se encontram em colégio eleitoral de São Paulo

Foto: Futura Press

\"O

O candidato a prefeito de Rio de Janeiro pelo PSOL, Marcelo Freixo, vota neste domingo

Foto: Luiz Mello / Agência O Dia

\"Moroni

Moroni Torgan, aspirante a prefeito de Fortaleza (CE) pelo DEM, vota em escola municipal na cidade

Foto: Divulgação

\"Nelson

Nelson Pelegrino, candidato do PT para prefeito de Salvador (BA), acena para fotógrafos em seção de votação

Foto: Futura Press

\"Antônio

Antônio Carlos Magalhães Neto, concorrente a prefeito de Salvador (BA) pelo DEM, vota acompanhado da família

Foto: Futura Press

\"O

O candidato à prefeitura de São Paulo (SP) Levy Fidelix (PRTB) vota em escola na avenida Santo Amaro

Foto: Futura Press

\"Nelson

Nelson Trad, candidato à prefeitura de Campo Grande (MS) pelo PMDB, vota neste domingo (7)

Foto: Futura Press

\"Edmilson

Edmilson Rodrigues, candidato a prefeito de Belém (PA) pelo PSOL, vota neste domingo (7)

Foto: Futura Press

\"O

O candidato à prefeitura de Goiânia (GO) Jovair Arantes (PTB) vota acompanhado da família

Foto: Futura Press

\"O

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso vota em Higienópolis, em São Paulo

Foto: Futura Press

\"Candidato

Candidato à prefeitura de Recife, Geraldo Julio (PSB) votou ao lado da família nesta manhã

Foto: Andrea Rêgo Barros / PSB

\"O

O candidato à prefeitura de Curitiba Gustavo Fruet vota em sua seção eleitoral

Foto: Futura Press

\"O

O governador do Rio de Janeiro (RJ) Sérgio Cabral votou acompanhado pelos dois filhos

Foto: Carlo Wrede / Ag. O Dia

\"Candidato

Candidato do DEM à prefeitura do Rio de Janeiro (RJ), Rodrigo Maia vota na Barra da Tijuca

Foto: Fernando Souza / Agência O Dia

\"O

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vota em São Bernardo do Campo neste domingo (7)

Foto: Futura Press

\"O

O candidato a prefeito de Recife (PE), Daniel Coelho, vota acompanhado da família

Foto: Leia Já

\"Ratinho

Ratinho Junior, candidato à prefeitura de Curitiba (PR), vota neste domingo (7) acompanhado da família

Foto: Futura Press

\"Candidato

Candidato a segundo mandato como prefeito de Belo Horizonte (MG), Marcio Lacerda vota acompanhado pelo vice Délio Malheiros e pelo governador Antonio Anastasia

Foto: Futura Press

\"Candidato

Candidato à prefeitura de São Paulo (SP) pelo PSDB, José Serra vota no Colégio Santa Cruz, em Alto de Pinheiros

Foto: Futura Press

\"Candidato

Candidato à prefeitura pelo PT, Fernando Haddad vota na Universidade Ibirapuera, em Indianópolis, acompanhado de sua família

Foto: Futura Press

\"José

José Serra sai de casa, na manhã deste domingo, para votar no Colégio Santa Cruz, zona oeste da capital

Foto: Futura Press

\"Humberto

Humberto Costa, candidato a prefeito de Recife (PE) pelo PT, vota no bairro do Derby

Foto: Leia Já

\"Candidato

Candidato à prefeitura de São Paulo (SP) pelo PDT, Paulinho da Força vota na Brasilândia, zona norte da capital paulista

Foto: Futura Press

\"O

O candidato à prefeitura de São Paulo (SP) pelo PSOL, Carlos Giannazi, vota na Nova Escola, na Vila Mascote

Foto: Futura Press

\"Soninha

Soninha Francine, que concorre para prefeita de São Paulo (SP), vota na manhã deste domingo (7) na PUC

Foto: Futura Press

\"Em

Em Goiânia (GO), o candidato à prefeito Paulo Garcia vota neste domingo (7)

Foto: Futura Press

\"Celso

Celso Russomanno, que concorre para prefeito de São Paulo (SP), vota na Vila Sônia, zona oeste da capital paulista

Foto: Futura Press

\"César

César Souza, candidato à prefeitura de Florianópolis (SC), durante votação neste domingo (7)

Foto: Futura Press

\"O

O candidato à prefeitura de São Paulo (SP) Gabriel Chalita vota em Higienópolis acompanhado da vice Mariane Pinnoti

Foto: Futura Press

\"Eduardo

Eduardo Paes vota na Zona Sul do Rio de Janeiro (RJ)

Foto: André Mourão / Agência O Dia

\"Candidato

Candidato à prefeitura do Rio de Janeiro (RJ), Eduardo Paes vota acompanhado da família no Gávea Golf Club, em São Conrado

Foto: Futura Press

\"A

A presidenta Dilma Rousseff vota em candidatos para prefeito e vereador em Porto Alegre (RS)

Foto: Futura Press

\"Haddad

Haddad e Lula participam de café da manhã com as principais lideranças do PT em hotel na Vila Mariana, em São Paulo (SP)

Foto: Tércio Teixeira/Futura Press

\"Kassab

Kassab acompanhou a votação do candidato a vice-prefeito de SP pelo PSDB, Alexandre Schneider

Foto: Leandro Martins/Futura Press

\"o

o candidato a vice-prefeito de São Paulo pela chapa do PSDB Alexandre Schneider vota em Perdizes, na zona oeste da cidade

Foto: Futura Press

O juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), Josevando Souza Andrade, admitiu que o TRE não tem efetivo para impedir a prática criminosa na capital. “Não temos como estar em todos os locais. Há dificuldade já que grande parte do efetivo foi deslocado para o interior, onde o clima é mais acirrado.”

Apesar da proibição, mais de 10 mil placas foram apreendidas nas ruas de Salvador neste domingo. “Nós retiramos as placas e elas são substituídas. Mas todos que tiveram material apreendido serão multados em R$ 2 mil a R$ 8 mil”, assegurou Andrade.

Maranhão

Em São Luís, capital do Maranhão, e no interior do Estado, doze militares, quatro cabos eleitorais e um assessor de campanha foram presos acusados de fazer boca de urna e de transportar grandes quantias de dinheiro nesta manhã.

O caso mais grave foi dos 12 polícias civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários de São Paulo (2), Piauí (5) e Pará (5) que foram presos em três cidades do interior do Estado - Santa Inês, Esperantinópolis e Davinópolis - acusados de integrar uma milícia que fazia a segurança de candidatos. 

Segundo o secretário de Estado de Segurança, Aluísio Mendes, todos serão enquadrados na Lei 12.720/12, sancionada no último dia 28, que torna crime a formação de grupos de extermínio ou milícias privadas.

Goiás 

Um adolescente e três adultos foram flagrados fazendo boca de urna em Luziânia, município de Goiás, a 60 km de Brasília. Os detidos foram levados ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e vão ficar detidos em um ginásio até o final das votações

A prisão deste domingo é a terceira ocorrência registrada pelos policiais civis e militares durante as eleições em Luziânia, o quinto maior município do Estado. Hoje pela manhã, uma mesária foi agredida por uma eleitora.

Com uma lesão na cabeça, a mesária registrou ocorrência e exame de corpo delito no Instituto Médico-Legal (IML). A agressora fugiu e não foi identificada. No sábado (6), um motorista de van foi preso em flagrante por agentes da Polícia Federal fazendo transporte de eleitores.

Cocaína por voto em Manaus

Carmem Cristina, de 32 anos, candidata a vereadora pelo PDT em Itacoatiara, a 176 km de Manaus, foi presa por volta das 9h30 de hoje. Ela foi levada para a Polícia Federal após ser flagrada trocando pasta base de cocaína por votos.

Policiais militares estranharam a movimentação ao redor do carro da candidata, que foi presa com 11 papelotes da droga. Carmem tentou fugir, mas foi pega logo em seguida. Segundo a Polícia Civil, a maior parte da cocaína já tinha sido distribuída pela candidata. 

Os eleitores que conseguiram pegar a droga saíram correndo do local e conseguiram fugir. Carmem está detida na delegacia do município sob a acusação de compra de votos.

São Paulo, Minas e Rio Grande do Sul

Na capital paulista, as eleições municipais transcorrem em clima de tranquilidade na manhã de hoje. Até as 13h, apenas uma pessoa havia sido detida pela PM. A candidata ao cargo de vereadora pelo Partido Pátria Livre (PPL), Rosângela Zanon, foi presa em flagrante no Largo do Cambuci, na zona sul.

No momento das prisões, ela estava distribuindo panfletos do candidato a vereador Sérgio Cruz, do mesmo partido. Levada ao 8º DP, a vereadora assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberada.

Em Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre (RS), três pessoas foram presas pela Brigada Militar enquanto ofereciam um churrasco gratuito para o almoço de domingo a uma família em troca de votos para um candidato a vereador. Conduzidas a uma delegacia, elas pagaram fiança e foram liberadas. A polícia não divulgou o nome dos envolvidos no episódio.


Continue lendo...

veja também