Presidente da OAB do Distrito Federal que impedir registro de Joaquim Barbosa

Comissão de seleção vai decidir se concede ou não o registro. Se for barrado, Barbosa poderá inclusive recorrer ao Judiciário

Fonte: Terra.comAtualizado: terça-feira, 30 de setembro de 2014 18:45

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF), Ibaneis Rocha, se manifestou contrário ao pedido de registro do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa para exercer a advocacia. Para Rocha, Barbosa feriu o requisito da idoneidade moral na forma com que tratou os advogados durante seu mandato no STF.

Ibaneis Rocha tomou a iniciativa como advogado e não na qualidade de presidente da OAB-DF. Uma comissão de seleção vai decidir se concede ou não o registro. Se for barrado, Barbosa poderá inclusive recorrer ao Judiciário.

Barbosa deixou o Supremo neste ano, ao antecipar sua aposentadoria. Ele entrou com pedido para reativar sua carteira no último dia 19.

Como argumento para a impugnação do registro, Ibaneis usou diferentes episódios que originaram protestos de advogados contra Barbosa. O mais recente foi um desagravo público que a OAB-DF fez ao advogado José Gerardo Grassi, que ofereceu trabalho ao ex-ministro José Dirceu, preso após o julgamento do mensalão. Barbosa considerou a oferta uma “ação entre amigos”.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições