24 deputados da base votaram contra governo sobre salário mínimo

24 deputados da base votaram contra governo sobre salário mínimo

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:55

O governo Dilma Rousseff saiu vitorioso no primeiro teste na Câmara dos Deputados sobre a unidade da base governista: somente 24 deputados de partidos aliados  votaram contra a orientação em relação ao reajuste do salário mínimo.

Os deputados aprovaram, em votação que terminou na noite de quarta-feira (16), projeto do governo de valorização do salário mínimo para os próximos quatro anos, que estipulava piso de R$ 545 para este ano e R$ 615 para 2012. Duas emendas que propunham salários maiores foram rejeitadas. Uma delas, do PSDB, previa mínimo de R$ 600. A outra, do DEM, propunha R$ 560 de salário.

As discussões sobre o reajuste duraram mais de dez horas na Câmara - veja como foi a votação. Agora, o tema será analisado pelo Senado.

Na votação da emenda que propunha R$ 600, 376 votaram contra a proposta e 106 a favor. Onze deputados de partidos que compõem a base aliada votaram pela aprovação.

Foram três deputados do PR, dois do PDT, dois do PP, um do PV, um do PC do B, um do PHS e outro do PTB.

Já na votação da emenda que estipulava o salário mínimo em R$ 560, 361 votaram contra e 120 a favor, sendo 18 deles da base aliada. Cinco desses parlamentares votaram contra o governo nos dois projetos.

Entre os 18 que votaram pelo salário de R$ 560, nove são do PDT, dois do PT, dois do PP, dois do PV, um do PR, um do PTB e outro do PHS.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições