53 cidades estão em emergência por causa da chuva em Minas Gerais

53 cidades estão em emergência por causa da chuva em Minas Gerais

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:17

A Defesa Civil confirmou, na tarde desta terça-feira (3), a situação de emergência decretada pela prefeitura de Guidoval, na Zona da Mata. De acordo com o chefe do Gabinete Militar e coordenador do órgão, Luís Carlos Martins, a cidade é a que tem a situação mais grave em Minas Gerais, por ser um município pequeno. A maioria dos moradores está sendo levada para Ubá, cidade vizinha.

A Defesa Civil apura se um homem teria morrido em Guidoval levado pela correnteza. O município está isolado por causa do transbordamento do Rio Xopotó. A ponte que dá acesso à cidade foi interditada pela Polícia Militar Rodoviária, porque a estrutura está comprometida com a cheia do rio. O município está sem energia e sem telefones fixos. As linhas de telefones celulares também não funcionam. Para se chegar à cidade, é preciso caminhar cerca de nove quilômetros.

Na manhã desta terça, de acordo o Corpo de Bombeiros, pessoas estavam ilhadas na cidade. Elas são resgatadas com a ajuda do helicóptero do Instituto Estadual de Florestas (IEF), pela Polícia Militar e pelos bombeiros.

A chuva diminuiu na cidade nesta terça-feira, e o Rio Xopotó baixou cerca de um metro, mas ainda está muito acima do nível normal, e várias ruas estão alagadas.

Vítimas da chuva

Seis pessoas já morreram no estado, desde outubro de 2011, por causa da chuva, segundo a Defesa Civil. Um taxista, cujo corpo foi encontrado nesta terça-feira (3) em um soterramento em Ouro Preto, e um corpo retirado de uma fazenda em Guidoval, na Zona da Mata, são as vítimas mais recentes das chuvas.

Nesta segunda-feira (2), uma mulher de 78 anos morreu soterrada em sua casa, após o deslizamento de uma encosta em Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata mineira.

Na madrugada de segunda, um homem morreu em Belo Horizonte após o desabamento de um prédio, no bairro Caiçara, Região Noroeste.

No dia 13 de dezembro de 2011, foi encontrado o corpo de uma mulher arrastada pelo aumento do volume do córrego Figueirinha, em Governador Valadares.

No dia 28 de outubro de 2011, um motociclista morreu depois de ser atingido por uma árvore durante um temporal em Reduto, na Zona da Mata de Minas Gerais.

Em Santo Antônio do Rio Abaixo, na região Central de Minas Gerais, o Corpo de Bombeiros busca, pelo quarto dia seguido, nesta terça-feira (3), por uma mulher desaparecida. A casa dela foi levada em uma enxurrada.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições