MENU

70 são assaltados por mês na saída de bancos em Belo Horizonte

70 são assaltados por mês na saída de bancos em Belo Horizonte

Atualizado: Quarta-feira, 12 Maio de 2010 as 5:22

Cerca de 70 pessoas são assaltadas por mês na saída de agências bancárias em Belo Horizonte. Os dados são de um levantamento feito pela Polícia Militar sobre os crimes desse tipo que ocorreram nos últimos sete meses.

Nesta quinta-feira (12), a Polícia Militar e representantes de bancos fizeram uma reunião para definir estratégias de combate a esses crimes.

"Esse crime tem dois locais no que diz respeito à vítima. Ele tem um local de seleção da vítima, que é o interior do banco, e o local do ataque. Por isso que o interior da agência do banco é o lugar fundamental para fazer a prevenção", afirmou o coronel Cícero Nunes, da Polícia Militar.

Esse tipo de crime não está no código penal. Isso quer dizer que é um crime não tipificado. Há outras formas de ação criminosa que também não têm um registro específico, como é o caso do golpe do falso sequestro.

Está em tramitação, na Assembleia Legislativa, um projeto que prevê a proibição do uso de celular nos bancos. A proposta ainda inclui a construção de barreiras nos caixas e um pedido para que os bancos forneçam as imagens internas e externas em todos os casos de suspeita do golpe, entre outras medidas.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que não pode impedir o uso de celular nas agências e que já colabora com a polícia na cessão de imagens e em ações pra coibir o crime. Ainda segundo o órgão, não há estudos que comprovem que a instalação de biombos em caixas é eficiente, já que dificultam a visão do vigilante.

veja também