MENU

A escola é um retrato da sociedade

A escola é um retrato da sociedade

Atualizado: Quarta-feira, 8 Abril de 2009 as 12

Para Maristela Abreu, diretora do Sindicato dos Profissionais de Educação (Sepe) do Rio de Janeiro, há uma relação intrínseca entre a violência social e aquela praticada dentro dos muros da escola. "Na verdade, a escola nada mais é do que o retrato da vida em sociedade. Há muitos problemas de violência nas comunidades e dentro da família que são reproduzidos dentro do ambiente escolar", pontua a diretora.

Ao mesmo tempo, faltam instrumentos pedagógicos nas instituições de ensino que amenizem essa realidade. "Há também um problema de má formação dos professores, o que é muito grave", diz Caren Ruotti, socióloga e pesquisadora do Núcleo de Estudos da Violência (NEV), da Universidade de São Paulo.

Segundo Maristela, a consequência comum a esses professores agredidos é a síndrome de Burnout, em que há a perda do envolvimento com a escola, com os alunos e com a profissão de uma maneira geral. "Os docentes se tornam mais agressivos, como uma forma de proteção e desenvolvem frequentemente quadros de depressão", diz.

De acordo com Maria Izabel, do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), a política de progressão continuada, implantada em 1998 na rede estadual de ensino fundamental e que permite que o aluno passe de ano independente do desempenho escolar, também faz com que os alunos percam "a noção da importância da figura do professor e do aprendizado".

"Falta também fortalecer os conselhos escolares. A participação de pais, alunos e professores nas decisões da escola são fundamentais para amenizar o quadro de violência."

"A desvalorização do professor, com duplas jornadas de trabalho e salários super baixos, acaba também interferindo no processo de violência das escolas. O professor fica esgotado, tem dificuldade para compor o nível salarial, passa a dar aulas em várias escolas e, às vezes, pegando 700 alunos para conseguir sobreviver. Evidentemente que isso compromete a qualidade do ensino."

veja também