MENU

'A gente quer ter 100% de certeza de que os bebês são nossos', diz pai

'A gente quer ter 100% de certeza de que os bebês são nossos', diz pai

Atualizado: Segunda-feira, 21 Março de 2011 as 9:19

O pai de gêmeos nascidos no Hospital São Lucas, em Santos, afirmou que deseja ter certeza de que o casal de bebês são realmente filhos do casal. Exames feitos durante a gravidez indicaram que a sua mulher, de 22 anos, esperava dois bebês do sexo masculino. No entanto, sete horas depois, na primeira troca de fraudas, uma enfermeira percebeu que um bebê era menino e o outro, uma menina.

“A gente precisa sair daqui com 100% de certeza de que as crianças são nossas e garantir que para o resto da vida não se tenha essa dúvida”, disse o pai das crianças Rodrigo Amarelo. O exame de DNA já foi feito. O resultado, no entanto, ainda não foi divulgado.

A família procurou explicação dos médicos e, sem conseguir resposta, procurou a polícia. As imagens feitas por familiares na hora do parto mostram as pulseiras de bebês do sexo masculino.     O pai e a tia guardaram as carteirinhas com os pés dos bebês, que nasceram com diferença de um minuto. “Saíram direto para o berçário como meninos. Colocaram pulseirinha como meninos”, afirmou o pai das crianças.

“Eram quatro médicas na sala de parto, mais o anestesista. Os bebês nasceram saudáveis foram para o berçário com duas enfermeiras, depois passaram pelo pediatra. Ninguém sabia disso porque, até então, eram dois meninos”, disse a tia. Procuradas, a administração do hospital e a Maternidade.      

veja também