MENU

Abandono de bebês reacende debate sobre parto anônimo

Abandono de bebês reacende debate sobre parto anônimo

Atualizado: Domingo, 11 Setembro de 2011 as 10:25

No último ano, ocorreram pelo menos 20 casos de abandono de recém-nascidos no país, segundo levantamento feito pela Folha a partir do noticiário. O abandono em série reacendeu o debate sobre o direito ao parto anônimo.

A informação é da reportagem de Cláudia Colucci publicada na edição deste domingo da Folha . A reportagem completa está disponível para assinantes do jornal e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha ).

França, Itália, Alemanha e Bélgica adotam a prática que permite que a gestante faça o pré-natal, dê à luz e entregue o bebê para adoção no hospital sem se identificar.

O IBDFAM (Instituto Brasileiro de Direito da Família) foi autor de um anteprojeto semelhante, que tramitou por três anos na Câmara e acabou arquivado em maio.

O instituto pretende agora reapresentar a proposta.

O projeto é polêmico. Órgãos como o Comitê de Direitos das Crianças das Nações Unidas o considera uma violação ao direito da criança conhecer sua origem.

  Fonte - Folha

veja também