Aborto ilegal é 300x mais perigoso que o legal

Aborto ilegal é 300x mais perigoso que o legal

Atualizado: Sexta-feira, 15 Outubro de 2010 as 9:14

De acordo com cálculos da Organização Mundial de Saúde (OMS), a taxa de mortalidade devida a abortos induzidos varia de 0,2 a 1,2 mortes a cada 100 mil abortos nos países onde a prática é legalizada; naqueles onde não é, o número sobe para 330 mortes a cada 100 mil abortos.

Cerca de 13% das aproximadamente 600 mil mortes por ano de mulheres relacionadas à gestação e ao parto ocorrem em decorrência de abortos inseguros, ou seja, sem recursos mínimos de higiene e assistência capacitada. Sessenta e oito países proíbem totalmente o aborto ou abrem alguma exceção, como o Brasil – vivem nestes países 25,7% da população mundial.

Outros 56 países não impõem nenhuma restrição para a realização do aborto (39,3% da população), e 14 países admitem o aborto por questões socioeconômicas (21,3% da população). Informações do Opera Mundi.    

veja também