MENU

Abuso contra crianças e adolescentes: governo de Aquidauana (MS) incentiva capacitação

Abuso contra crianças e adolescentes: governo de Aquidauana (MS) incentiva capacitação

Atualizado: Quinta-feira, 2 Julho de 2009 as 12

Como parte do "1º Encontro sobre ações de combate e prevenção à violência e criminalidade infanto juvenil", na tarde desta terça-feira (30) o Procurador da República, doutor Guilherme Schelb, ministrou no plenário da Câmara Municipal de Aquidauana (MS) uma palestra para os servidores das Gerências de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social e Economia Solidária. Participaram do encontro os profissionais que trabalham diretamente com crianças. "Tivemos 150 inscritos",  informou a psicóloga Lamara Pontim, da Escola de Governo.

O objetivo do encontro promovido pelo Governo Municipal de Aquidauana por meio da Procuradoria Geral do município e da Assessoria Especial para Assuntos Religiosos foi harmonizar e integrar as intervenções dos órgãos públicos e privados em questões de violência e criminalidade infanto-juvenil. Os trabalhos foram realizados em dois períodos, com palestra para um grupo de servidores no período da tarde, na Câmara Municipal, e outra palestra para o público em geral, à noite, no Anfiteatro do CEUA.

Em suas falas Schelb abordou temas como abusos contra crianças e adolescentes, exploração sexual de crianças e adolescentes, pedofilia, prostituição, criminalidade infantil, direitos e deveres da criança e do adolescente, e direitos e deveres dos pais e responsáveis. Por meio da análise de casos reais, Schelb explanou a profissionais como psicólogos, assistentes sociais, médicos, professores, diretores e coordenadores de escolas, conselheiros tutelares, dentre outros, como agir diante de uma suspeita de abuso contra um menor bem como algumas alternativas para identificar os sinais dos abusos.

"Primeiro temos que identificar a causa do problema, para depois combatê-lo. Uma forma muito boa de identificar abusos contra crianças de até cinco anos é deixá-las brincando e observar o que elas dizem, analisar suas atitudes, pois por meio da observação atenta você pode descobrir fatos e evitar que uma criança seja violentada", disse  Schelb.

O preletor convidado argumentou  ainda que os profissionais que lidam com crianças devem olhar em três dimensões, sendo elas, o corpo da criança, o comportamento do menor e o comportamento da família. "Para caracterizar abuso sexual não é necessário que a criança tenha marcas físicas. Não precisamos esperar um abuso acontecer para tomar uma atitude, pois não estamos aqui para prender abusadores e sim, para evitar que os abusos aconteçam", frisou o palestrante.

"Com certeza, os ensinamentos passados pelo Dr. Guilherme Schelb aos nossos servidores, que lidam diretamente com as nossas crianças e adolescentes, ajudarão em muito os mesmos a identificar, bem como noticiar a autoridade competente os casos de abuso e exploração sexual".ressaltou André Beda, Procurador Geral do município e um dos articuladores da iniciativa.

Após a realização do encontro um grupo de  profissionais da Gesau, Gemed e GMDSES fará o  curso online oferecido pelo Dr. Guilherme.  Diversos temas relacionados à prevenção e combate a criminalidade infanto juvenil estão incluídos no programa.  A Escola de Governo, da Gerência de Administração será a responsável por acompanhar o andamento dos trabalhos iniciados por Guilherme Schelb.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também