MENU

Ação anticorrupção da PF no RJ quer prender policiais da BR-101 Sul

Ação anticorrupção da PF no RJ quer prender policiais da BR-101 Sul

Atualizado: Sexta-feira, 25 Março de 2011 as 12:54

A Operação Pisca-Alerta, da Polícia Fedral, deflagrada na manhã desta sexta-feira (25), nos municípios do Rio, Itaguaí e Angra dos Reis, pretende prender 10 policiais rodoviários federais  responsáveis pela fiscalização na BR-101 Sul (Rio-Santos), acusados de corrupção.

A ação conta com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A Vara Federal de Angra dos Reis, onde começaram as investigações, expediu 10 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão.

De acordo com a PF, um mandado de prisão foi cumprido no Posto da Polícia Rodoviária Federal de Angra dos Reis. A operação mobilizou 120 policiais. Os presos serão levados para a sede da Superintendência da PF no Rio, na Praça Mauá, no Centro.

Em nota, a PRF afirmou que os fatos investigados aconteceram entre 2009 e 2010 e que a operação visa afastar maus policiais.

Operação Guilhotina

No dia 11 de fevereiro, a PF deflagrou uma megaoperação, chamada de Operação Guilhotina, para prender suspeitos de envolvimento com milícia, tráfico de drogas e armas e exploração de máquinas de caça-níqueis. Na época, foram presas 38 policiais civis e militares suspeitos de diversos crimes.

Entre eles o ex-subchefe operacional da Polícia Civil, delegado Carlos Oliveira. A prisão do delegado acabou provocando a saída do então chefe de Polícia Civil   Allan Turnowski.      

veja também