MENU

Acidentes com animais peçonhentos aumentam nesta época do ano

Acidentes com animais peçonhentos aumentam nesta época do ano

Atualizado: Quinta-feira, 15 Janeiro de 2009 as 12

A Secretaria da Saúde decidiu fazer um alerta à população sobre os riscos de acidentes com cobras, aranhas, escorpiões e taturanas durante as férias. A medida se deve ao fato de que neste período são registradas cerca de 30% das ocorrências de todo ano em São Paulo.

Das 11.508 notificações em 2008 no Estado, quase a metade - 5.027 casos - foram provocadas por picada de escorpião. As aranhas (2.278 casos) e serpentes (1.530) dividem com os escorpiões o ranking de animais peçonhentos que provocam mais acidentes.

A procura por esses animais, assim como sua captura, é de responsabilidade de cada município, com auxílio do Estado.

No Hospital Estadual Vital Brasil, referência para esse tipo de atendimento, foram registrados 1.343 atendimentos em 2008,somente de janeiro a março foram 453 ocorrências, representando 33,7% do total.

Os cuidados para evitar acidentes com esses animais precisam ser redobrados, principalmente para quem viaja a lazer para áreas de mata. Ao caminhar é importante estar com um calçado adequado, como botas, e evitar os períodos de amanhecer e entardecer do dia, quando as cobras procuram alimentos.

Também é importante ter atenção ao recolher galhos do chão e subir em árvores, já que os animais buscam abrigo e se "escondem" nestes locais. No caso de ferimento, não se deve amarrar o local atingido, já que essa ação pode produzir necrose e não evita absorção do veneno.

Em casos de acidentes com cobras, a primeira medida é lavar o local afetado com bastante água e sabão e procurar imediatamente o serviço de saúde mais próximo. Não se deve amarrar, cortar ou chupar a ferida com a intenção de sugar o veneno. Isso pode piorar a situação da vítima.

No caso de ferroada de escorpião, a medida é colocar sobre a ferida compressas de água morna, até a chegada dos médicos. Para picadas de aranhas e queimaduras de taturanas é importante não mexer no ferimento. Dicas de prevenção podem ser encontradas no site www.butantan.gov.br.

O Instituto Butantan, órgão da Secretaria da Saúde, disponibiliza para a população um telefone de orientação em como proceder em casos de emergência e acidentes com esses animais. Além disso, indica o local mais próximo para atendimento. O serviço funciona 24h por dia pelo telefone (11) 3726.7962.

veja também