MENU

Ações contínuas no combate à dengue em Juiz de Fora

Ações contínuas no combate à dengue em Juiz de Fora

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 8:53

Em alerta desde o mês de novembro do ano passado, por conta dos riscos de ocorrência de uma epidemia de dengue em Juiz de Fora, funcionários do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEA) da Secretaria de Saúde (SS) de Juiz de Fora estão atuando continuamente no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença.

Com o período das chuvas, há maior incidência da doença, e o trabalho preventivo envolve atividades socioeducativas, esclarecimento e conscientização da população, paralelos à realização permanente de Mutirões de Limpeza contra a dengue.

As ações vêm ocorrendo em todas as comunidades da cidade, principalmente naquelas onde foi constatada maior incidência de focos, larvas e vítimas da doença. Neste sentido, foram mobilizados agentes comunitários de Saúde e de Combate a Endemias, com o apoio de soldados do Exército Brasileiro e, ainda, de equipes da Gerência Regional de Saúde (GRS), órgão pertencente à Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Somente no final de novembro e em todo o mês de dezembro do ano passado foram recolhidos 25 caminhões com 106,5 toneladas de lixo e entulhos retirados em casas, lotes abandonados, ruas e avenidas de 11 bairros espalhados pela cidade. Por outro lado, neste mês de janeiro, outros 176 bairros foram atendidos, 189 caminhões coletados e 225,45 toneladas de lixo e entulhos recolhidos, o que representa um aumento bastante significativo, se comparados os resultados do mês anterior.

Nas últimas semanas foram acolhidas e atendidas, ainda, aproximadamente cerca de 300 denúncias, através do Posto de Atendimento da Dengue (PA da Dengue) e pelo Disque-Dengue (3690-7000), que recebem reclamações e solicitações específicas de iniciativa dos moradores de todas as comunidades do município.

Após receber as notificações sobre entulho, lixo, casas e terrenos abandonados, lotes baldios, logradouros e possíveis locais que sirvam de focos e criadouros do mosquito, agentes de endemias são, imediatamente, acionados para atender aos chamados da população.      

veja também