MENU

Acusação ironiza testemunhas de defesa de Mizael: "Colaborou muito conosco"

Acusação ironiza testemunhas de defesa de Mizael: "Colaborou muito conosco"

Atualizado: Quarta-feira, 13 Março de 2013 as 7:12

 

protestoWanderley Preite Sobrinho

Nesta terça-feira foram ouvidos o delegado que investigou o caso, uma amiga de Mizael e um policial que participou da investigação sobre a morte de Mércia Nakashima, em 2010

O segundo dia de julgamento do assassinato da advogada Mércia Nakashima terminou nesta terça-feira (12) com ironias dos advogados de acusação às testemunhas arroladas para defender o acusado de cometer o crime, o ex-namorado da vítima Mizael Bispo de Souza (43).

2º dia de julgamento:Pai de Mizael defende o filho: "É uma injustiça. Não é fácil assistir”Rastreador instalado por Mércia em veículo compromete o acusado Mizael
Telefone 'frio' revela suposto comparsa de Mizael, diz delegado em depoimento

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Julgamento do caso Mércia Nakashima começa nesta segunda no Fórum Criminal de Guarulhos (SP)

Julgamento do caso Mércia Nakashima começa nesta segunda no Fórum Criminal de Guarulhos (SP)

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Mizael Bispo de Souza é o único acusado pelo assassinato de Mércia Nakashima

Mizael Bispo de Souza é o único acusado pelo assassinato de Mércia Nakashima

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Pai de Mércia Nakashima chega ao julgamento de Mizael Bispo dos Santos no Fórum Criminal de Guarulhos, nesta segunda

Pai de Mércia Nakashima chega ao julgamento de Mizael Bispo dos Santos no Fórum Criminal de Guarulhos, nesta segunda

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Márcio Nakashima, irmão da vítima Mércia, chega ao Fórum de Guarulhos para o primeiro dia de júri

Márcio Nakashima, irmão da vítima Mércia, chega ao Fórum de Guarulhos para o primeiro dia de júri

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Mãe de Mércia Nakashima chega ao julgamento do advogado e policial militar reformado, Mizael Bispo, no Fórum Criminal de Guarulho

Mãe de Mércia Nakashima chega ao julgamento do advogado e policial militar reformado, Mizael Bispo, no Fórum Criminal de Guarulho

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Mizael Bispo dos Santos chega ao julgamento no Fórum Criminal de Guarulhos, nesta segunda-feira (11)

Mizael Bispo dos Santos chega ao julgamento no Fórum Criminal de Guarulhos, nesta segunda-feira (11)

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Populares em frente ao Fórum de Guarulhos pedem absolvição de Mizael; júri pode durar cinco dias

Populares em frente ao Fórum de Guarulhos pedem absolvição de Mizael; júri pode durar cinco dias

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Havia também manifestação pedindo a punição de Mizael

Havia também manifestação pedindo a punição de Mizael

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press

Hoje o júri ouviu por cinco horas as declarações do delegado responsável pelas investigações, Antônio de Olim, que afirmou ter sido a própria Mércia quem instalou um rastreador no veículo do namorado sem que ele soubesse. Esse equipamento produziu algumas das principais provas contra o ex-namorado ao indicar que ele recebeu ligações em um lugar enquanto o GPS apontava seu veículo estacionado em outro endereço.

As outras duas testemunhas foram as primeiras escolhidas pelos defensores de Mizael: e a amiga dele, a corretora de imóveis Rita Maria de Souza, e Alexandre Simone Silva, investigador da divisão antisequestro de São Paulo.

Outras testemunhas:
“Esse sapato tem de ter entrado na água”, diz biólogo sobre alga
Irmão de Mércia presta depoimento por 3h marcado por bate-bocas com defesa
Engenheiro diz que versão de Mizael para ligações em Guarulhos é 'impossível'

Ao final da audiência, o assistente de acusação, Alexandre de Sá Domingues, se referiu à Rita como uma “senhora simples” que “não trouxe informação relevante” ao julgamento por não conviver com o casal, embora parecesse próxima ao réu. O promotor, Rodrigo Merli Antunes, ironizou ao dizer que as duas testemunhas “colaboraram” com ele.

“Eles fizeram um favor para nós.” Ele explica que o investigador já havia sido arrolado pela acusação na primeira fase do processo por entender que ele também considera Mizael culpado. “A defesa não conseguiu me surpreender em nenhum aspecto. A estratégia era deixar essas pessoas nunca situação difícil, o que não aconteceu.”

Assim como na segunda-feira, os advogados que atuam em defesa do réu não conversaram com a imprensa ao final da audiência.

Terceiro dia

Espera-se que na quarta-feira o terceiro dia de julgamento ouça pelo menos as três testemunhas da defesa que ainda restam. A acusação cogita a possibilidade de dispensar a testemunha arrolada pelo juiz a pedido dela.

veja também