MENU

Acusado de tentar matar ex em universidade é julgado em BH

Acusado de tentar matar ex em universidade é julgado em BH

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 1:07

Está sendo julgado nesta terça-feira (10), em Belo Horizonte, o promotor de eventos acusado de tentar matar a ex-namorada dentro de uma universidade em 2008. Segundo a polícia, ele teria disparado cinco tiros contra a vítima. A primeira testemunha a ser ouvida foi a ex-namorada do réu.

A vítima foi interrogada pelo promotor e pelo advogado do réu por cerca de 25 minutos. Ela teria afirmado que se relacionou com o acusado por dois anos e que, no dia do crime, ele já teria chegado tirando a arma do bolso.

Em seguida, uma testemunha, amiga da vítima, foi ouvida. De acordo com a assessoria do Fórum Lafayette, em Belo Horizonte, onze pessoas seriam ouvidas nesta terça-feira (10), mas apenas outra testemunha foi ouvida e o resto foi dispensado pela defesa e acusação, passando direto para o depoimento do réu.

O acusado teria informado ao juiz que comprou a arma do crime de um desconhecido. Ele não tinha o porte e nem o registro da arma. Ainda segundo o réu, ele não sabia o que estava fazendo no moemento dos disparos e o motivo seria o ciúme da ex-namorada.

O primeiro julgamento do caso, que seria realizado em fevereiro deste ano, foi adiado a pedido da defesa do réu.

Entenda o caso

Em abril de 2008, o promotor de eventos de 31 anos, inconformado com o fim do namoro teria feito cinco disparos contra a ex-namorada, de 21 anos. Ela estava dentro de uma universidade, na Região Oeste da capital mineira. Três tiros acertaram a estudante. Ele foi preso dias depois e confessou o crime.

Em maio de 2009, o promotor de eventos foi solto. Conforme o habeas corpus, o rapaz estava empregado, tinha residência fixa e não oferecia mais risco por se portar de forma normal. Ele aguardava o julgamento em liberdade. A ex-namorada vive em outro estado.      

veja também