MENU

Adolescente acusa policiais civis do DF de agressão

Adolescente acusa policiais civis do DF de agressão

Atualizado: Sexta-feira, 4 Novembro de 2011 as 12:34

Um adolescente de 17 anos acusa policiais civis de agressão no Riacho Fundo, cidade a cerca de 18 quilômetros de Brasília. O menor contou que os policiais teriam parado de agredi-lo depois que uma viatura da Polícia Militar chegou e todos foram levados para a delegacia, onde não puderam registrar ocorrência por causa da greve da Polícia Civil no Distrito Federal, que está paralisada deste a última quinta (27).

A polícia não quis dar mais detalhes sobre o caso e orientou a família do adolescente a procurar a Corregedoria da Polícia Civil após o fim da greve da categoria.

A mãe do adolescente ainda mostrou exames que confirmariam a agressão. Ela disse que o filho não conhecia os agentes. “O agressor se identificou, disse que era Policial Civil e que estava levando meu filho em segurança por ser menor porque ele teria sido pego com explosivos”, explicou.

No entanto, o material não foi encontrado. Desconfiada da história apresentada pelas policiais, a mãe foi até a delegacia do Riacho Fundo I para registrar um boletim de ocorrência, mas não conseguiu por causa da greve a Polícia Civil.

Durante a madrugada, apenas 30% dos policiais estavam trabalhando. De acordo com o Sindicato da Polícia Civil do DF, atividades como registro de boletim de ocorrência, perícia e investigações ficam suspensas durante a greve. Apenas casos em flagrante, agressão grave, homicídios, estupros e remoção de corpos serão atendidos neste período.      

veja também