MENU

Adolescente é apreendido pela 2ª vez suspeito de ameaçar diretora

Adolescente é apreendido pela 2ª vez suspeito de ameaçar diretora

Atualizado: Quarta-feira, 26 Outubro de 2011 as 5:12

Um adolescente de 15 anos foi apreendido nesta quarta-feira (26) por suspeita de ameaçar a diretora de uma escola em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), o estudante já havia sido apreendido por infração semelhante contra a mesma pessoa. A primeira agressão foi registrada no dia 25 de agosto por testemunhas que flagraram o momento em que a mulher levou um chute, em um dos corredores da unidade de ensino. A violência teria acontecido porque ela flagrou o menino fora da sala de aula.

Segundo a PM, testemunhas disseram que o adolescente voltou à escola nesta quarta-feira (26) e ameaçou a mulher com uma arma, dizendo que a mataria. Os militares informaram que o aluno foi apreendido na casa dele. A arma não foi encontrada.

De acordo com a Polícia Civil, após a denúncia da diretora, em agosto de 2001, foram realizadas investigações, exame de corpo de delito e análise das imagens registradas. Após um mês, no dia 26 de setembro, a polícia cumpriu o mandado de apreensão do adolescente determinado pela Vara da Infância e da Juventude de Contagem. Na data, a Justiça havia decido pela internação provisória do estudante, mas ele foi liberado.

A PM informou que o adolescente foi encaminhado à Delegacia de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad) na companhia da mãe.   Entenda o caso Testemunhas gravaram em vídeo, por um celular, toda a agressão do aluno, que chutou a diretora e a ameaçou no dia 25 de agosto. “Ele estava fora de sala. Eu o encaminhei para a supervisão. E ao fazer o apontamento, ele voltou, levantou e eu também me levantei, me aproximei dele. Ele me empurrou. No que ele me empurrou, eu saí para chamar a polícia. E quando eu estava entrando na minha sala eu senti o chute nas minhas pernas”, disse a diretora. Ainda segundo testemunhas, o estudante também ameaçou verbalmente a educadora. “Vou matar você”, disse o aluno no vídeo. O estudante tinha histórico de problemas na escola. “Esse é um complicado, falta limite e ele não tem senso de responsabilidade com a escola. Ele tem dificuldades pedagógicas, tem dificuldade no trato com os professores”, disse a diretora.

Depois da agressão, segundo testemunhas e a própria educadora, o estudante saiu da escola fazendo mais ameaças. “Falou que ia buscar uma arma para me matar”, acrescentou a diretora. “Eu me senti agredida, física, mental e emocionalmente”, concluiu.        

veja também