MENU

Advogado assistente discorda de Podval e diz que júri não está perdido

Advogado assistente discorda de Podval e diz que júri não está perdido

Atualizado: Sexta-feira, 26 Março de 2010 as 12

O assistente de defesa Ricardo Martins, que acompanha o casal Nardoni desde a morte da menina Isabella, afirmou discordar do advogado Roberto Podval, que coordena a defesa de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. Ontem, Podval chegou a afirmar que são "pequenas" as chances de absolvição do pai e da madrasta da vítima.

"Eu o [Podval] respeito, mas não concordo que se trate de um caso perdido. Sempre acreditei que eles são inocentes. Eles são absolutamente inocentes", disse ao chegar no Fórum de Santana, nesta sexta-feira (26). Para Martins, não há nada decidido ainda. "Eles são absolutamente inocentes e vamos provar isso. Não está nada decidido. Eu tenho fé na Justiça desse país".

O assistente de defesa ressaltou dois momentos no depoimento de Nardoni e Jatobá ontem. No caso do pai de Isabella, foi quando ele diz "perdi o chão" ao ver o corpo da filha no necrotério. No depoimento de Anna Jatobá, Martins destaca o momento em que o promotor Francisco Cembranelli a acusa de ter estudado muito bem o depoimento prestado anteriormente à Justiça. "Ela afirmou que não precisava decorar nada, que disse o que tinha de dizer sobre a sua inocência".

veja também