MENU

Advogado de Beatriz Abagge vai entrar com recurso para anular júri

Advogado de Beatriz Abagge vai entrar com recurso para anular júri

Atualizado: Segunda-feira, 30 Maio de 2011 as 8:51

O advogado de defesa de Beatriz Abagge, Adel El Tasse, informou que vai recorrer ao Tribunal de Justiça do Paraná para tentar anular o último júri de Beatriz, que começou na sexta-feira (27) e encerrou no sábado (28). Beatriz foi considerada mandante do crime realizado através de um ritual de 'magia negra' em 1992, em Guaratuba, no litoral do Paraná. Por quatro votos contra três, ela foi condenada a 21 anos e quatro meses de prisão em regime semiaberto.     Evandro Ramos Caetano, de seis anos, desapareceu em abril de 1992 quando ia para escola. O corpo dele foi encontrado cinco dias depois "com lesões semelhantes às percebidas em sacrifícios de animais, como amputação de membros e retirada do coração", como afirmou o promotor de justiça do Tribunal de Júri de Curitiba, Paulo Sérgio Markowisz de Lima.

Se o pedido de anulação da defesa for atendido, será a terceira vez que Beatriz será julgada. O primeiro julgamento foi em 1988, quando Beatriz e mãe, Celina Abagge, haviam sido absolvidas. Dois pais de santos e um ajudante foram condenados pelo crime em 2004. No entanto, o Ministério Público recorreu da decisão e conseguiu, através do Supremo Tribunal Federal (STF), um novo julgamento.

De acordo com El Tasse, o pedido de anulação será baseado em cima de questões técnicas, como o cerceamento da defesa, que teve pedidos de acesso a provas, a determinadas testemunhas e a realização de perícias, que foram negados.          

veja também