MENU

Advogado quer revogação do decreto de prisão contra Mizael; ele está foragido

Advogado quer revogação do decreto de prisão contra Mizael; ele está foragido

Atualizado: Segunda-feira, 12 Julho de 2010 as 11:41

O advogado do policial aposentado Mizael Bispo de Souza, Samir Haddad Júnior, afirmou nesta segunda-feira que pretende encaminhar para a Justiça um pedido de habeas corpus pedindo a revogação da prisão decretada no último sábado (10) contra seu cliente. O ex-policial é suspeito de envolvimento na morte da ex-namorada, a advogada Mércia Nakashima, 28.

Ele permanece foragido.

O corpo da jovem foi encontrado no dia 11 de junho, em uma represa na cidade de Nazaré Paulista (a 64 km de São Paulo), após ela ter ficado desaparecida por 17 dias.

De acordo com o advogado, ele espera que o juiz que acompanhava o caso, em Guarulhos, revogue o decreto ainda hoje. Caso isso não aconteça, ele encaminhará para o Tribunal de Justiça de São Paulo o pedido de habeas corpus, entre hoje e amanhã (13). Ele afirma que o decreto foi "arbitrário" e garantiu que Mizael não vai se entregar.

Haddad Júnior afirmou ainda que é duvidoso o depoimento do vigia Evandro Bezerra Silva, 38, também suspeito do crime, preso na madrugada de sexta-feira (9) em Sergipe. A prisão de Mizael foi decretada após Silva afirmar em depoimento que ele foi responsável pela morte de Mércia. Em um primeiro no depoimento, ele teria negado a afirmação à polícia sergipana, mas recuou.

Ontem, o advogado já tinha afirmado que tem falado regularmente com Mizael, por telefone, mas afirmou que não sabe onde ele está. Apesar disso, ele garantiu que Mizael não deixou a cidade de Guarulhos e não pretende deixar o país. "Ele vai aparecer na hora certa", afirmou o advogado, se referindo ao momento em que for acatado o pedido de liberdade.

veja também