MENU

Aécio se diz disposto a colaborar na articulação de Serra se houver convite

Aécio se diz disposto a colaborar na articulação de Serra se houver convite

Atualizado: Quarta-feira, 10 Março de 2010 as 12

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), flexibilizou o discurso e agora afirma que está disposto, caso haja convite do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), a viajar pelo Brasil e a colaborar com a articulação política da eventual campanha do paulista à Presidência da República.

Em entrevista na Cidade Administrativa Tancredo Neves, Aécio ontem disse que, após a sua desincompatibilização do cargo de governador, em 3 de abril, vai "submergir" durante "os primeiros 30 dias". Em seguida, a partir de maio, afirmou que estará à disposição de Serra, "agora talvez até com uma disponibilidade maior".

Aécio se disse disponível para participar de "conversas na construção da articulação da campanha e no projeto e no programa que ele conduzirá".

"Estarei integralmente à disposição dele. Em primeiro lugar, em Minas Gerais, onde nós vamos buscar levar as suas propostas e seu projeto. Mas, quando ele achar necessário, também estou à sua disposição para ir a outros Estados", disse.

O discurso do mineiro, desde que anunciou sua desistência da corrida presidencial, em dezembro, vinha sendo sucessivas declarações de compromisso prioritário com Minas.

O comprometimento de Aécio com a eleição do vice, Antonio Anastasia (PSDB), em Minas Gerais, permanece. No entanto, ganhou contornos mais maleáveis. Até então, era quase praxe Aécio se declarar "soldado" de Serra, mas "mergulhados nas questões de Minas", com sua colaboração na campanha do paulista partindo de suas ações em solo mineiro.

A Folha apurou que essa mudança de discurso é uma maneira de atenuar a recusa em aceitar o posto de vice numa chapa presidencial encabeçada por José Serra.

Segundo o deputado federal Nárcio Rodrigues, presidente do PSDB-MG, a discussão sobre uma eventual aceitação por parte de Aécio ao convite para ser vice de Serra está encerrada, mas o mineiro ocupará o primeiro plano na campanha de Serra, caso seja convidado.

"Eu não tenho dúvidas de que ao Aécio será reservado um papel estratégico na campanha nacional do PSDB", disse.

"Se convocado pela campanha nacional do partido para ajudar na construção da aliança, do diálogo e em algumas outras missões, tenho certeza que o governador não vai se furtar da tarefa.Ele só não pode ficar pleiteando nada em relação a isso", afirmou o deputado.

Por: Brenno Costa

veja também