MENU

Agente é investigado por suspeita de facilitar fuga em cadeia de MT

Agente é investigado por suspeita de facilitar fuga em cadeia de MT

Atualizado: Quinta-feira, 8 Setembro de 2011 as 12

Um agente prisional está sendo investigado por uma Comissão Processante sob suspeita de facilitação de fuga de presos da cadeia pública de Chapada dos Guimarães, a 65 quilômetros de Cuiabá, em agosto de 2006. O servidor se ausentou da unidade às 18h30 do dia 16, antes de concluir o plantão, como consta na portaria conjunta instaurada pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado (Sejudh) e Auditoria-Geral do Estado.

Segundo a portaria, o agente deixou o serviço e entregou as chaves das celas a um investigador, na Delegacia da Polícia Judiciária Civil, para que fossem entregues a uma servidora que iria assumir o plantão no período noturno. "O agente deixou as dependências da cadeia sem deixar outro responsável pela vigilância e segurança interna do estabelecimento", relata o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Paulo Lessa, e o auditor-geral do estado, José Alves Pereira Filho, no documento.

Apesar da facilidade, nenhum dos presos lotados na unidade fugiu na ocasião, como informou a assessoria da Sejudh ao G1 . A cadeia de Chapada dos Guimarães tem capacidade para comportar 28 reeducandos.

A comissão formada por três servidores, sendo um presidente e dois membros, tem o prazo de 60 dias para concluir o processo de investigação, podendo ser prorrogado por igual período se for necessário.      

veja também